4 de Fevereiro de 1961 – Acontecimentos de Luanda


Na Madrugada do dia 4 de Fevereiro de 1961, grupos de guerrilheiros angolanos, comandados por Neves Bendinha, Paiva Domingos da Silva, Domingos Manuel Mateus e Imperial Santana, num total de cerca de duzentos homens, armados com catanas, desencadearam uma série de acções na cidade de Luanda,

Um desses grupos montou uma emboscada a uma patrulha da Polícia Militar, neutralizando os quatro soldados, tomando-lhes as armas e as munições. Com o objectivo de libertar os presos políticos, assaltaram a Casa da Reclusão Militar, o que não conseguiram.

Outros alvos foram a cadeia da PIDE, no Bairro de São Paulo e a cadeia da 7ª Esquadra da PSP, onde havia também presos políticos. Tentaram igualmente ocupar a «Emissora Oficial de Angola», estação de rádio ao serviço da propaganda do Estado.

Nestas acções, morreram quarenta guerrilheiros, seis agentes da polícia e um cabo do Exército Português, junto da Casa da Reclusão.

O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), considera o 4 de Fevereiro como data do início da luta armada em Angola. No entanto, na origem desta rebelião esteve o cónego Manuel Joaquim Mendes das Neves (1896-1966), mestiço, natural da vila do Golungo-Alto, missionário secular da arquidiocese de Luanda, o qual não estava ligado ao MPLA.

(Fonte; BRANDÃO, José, «Cronologia da Guerra Colonial», Prefácio Editora).

Comments

  1. carla romualdo diz:

    Carlos, eu não tenho comentado porque os elogios muitas vezes repetidos acabam por perder força, mas leio e agradeço o muito que tenho aprendido contigo.

  2. Carlos Loures diz:

    O mesmo digo dos teus magníficos posts. E não encontrei uma fórmula mágica, como o Luís Moreira, do tipo – «serviço público!». Um abraço, Carla e obrigado.

  3. Luís Soares diz:

    Foi o inicio de uma verdadeira carnificina onde mulheres e crianças não foram poupadas.
    Em 1973 com a ajuda dos comunistas do 25 de Abril fomos traídos sem dó nem piedade.
    Queríamos a independência mas com respeito.

  4. Alberto Ndala diz:

    Começo por volorisar aqueles que derão suas vidas, em prol da nação e consequentemente a independência do nosso país, que suas almas descanse na paz do senhor…

  5. Paiva josé bento diz:

    Um heroi é o q faz por milhões e não por si, cuja grande beneficio é a imortalidade da alma, pois eles sofreram por nós e merecem ser inesqueciveis.

  6. Carlos Franklim diz:

    gostei do que vi

  7. Eu vita David xtou content por 4 d fevereiro

  8. sinto muito por eles por isso serão mesmo inesquecível

  9. JEREMIAS FERNANDO GEGE diz:

    HAI SINTO MUITO PELO MEUS IRMÃOS SEREIS INESQUECIVEL.

  10. Narciso Dias Garcia diz:

    As pessoas morrem e as obras permacem, razão pelo qual esta data será sempre relembrada em todos os angolanos.

  11. Tiago Matus diz:

    Obrigado Carlos pelo apoio, deste conteúdo. Dizia Paulo Freire, felizes são os que partilham os conhecimentos com os outros, que não sabem, ou sabem menos. OBRIGADÃO.

  12. Estou muito feliz ao partilhar contéudos importantíssimos com todos você Obriiiiiiiiiigo por tudo

  13. Baltazar Kimbimbia Dembos diz:

    REALMENTE É UM DIA INESQUECÍVEL PARA TODOS OS ANGOLANOS… DEVEMOS HOMENAGIAR OS NOSSOS MÁRTIR POR TUDO QUE ELES FIZERAM-NOS!!!!!!!

  14. o conteudo q acabei de explorar e muito util para mim.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s