There’s no business like show business


Peter Lorre (1904-1964) foi um grande actor, embora nunca tenha conseguido dar o salto para os papéis principais.

Depois de uma longa carreira em Hollywood, que era, já por essa altura, o centro da indústria cinematográfica, ressentiu-se do facto de não lhe concederem mais protagonismo, e decidiu voltar à sua Alemanha natal, onde esperava que a indústria de cinema local, consideravelmente mais pequena mas também mais criteriosa, reconhecesse o seu valor.

Mas o filme que co-escreveu e realizou na Alemanha, e que pretendia fosse o trampolim para uma nova fase da sua carreira, foi considerado demasiado depressivo e ultrapassado pelo público alemão. E a Lorre não restou outra alternativa senão regressar ao star system de Hollywood, devorador e ingrato, do qual se queixara e quisera abandonar, mas o único que lhe permitia ganhar a vida. Isto é, cumprir a sua arte.

Hollywood castigou-o com papéis ainda menores, deixando claro que não lhe perdoava.

Os mecanismos da memória têm coisas do arco-da-velha, não é preciso ser neurocientista para saber isso. A que propósito me haveria eu de lembrar do Peter Lorre quando lia o anúncio da candidatura de Manuel Alegre, não me dirão?

Sobre Carla Romualdo

aviadorirlandes(at)gmail.com
aventar.eu / aviadorirlandes.wordpress.com

Comments

  1. maria monteiro diz:

    Gosto do MAlegre escritor, poeta, conversador, gosto do Manuel Alegre como pessoa
    Se tivesse que escolher entre Manuel Alegre ou Cavaco Silva para PR … pois não tenho dúvidas escolheria… Manuel Alegre

  2. Milan Kem-Dera diz:

    Isso mesmo… mas por que carga de água terá ido ligar estes dois? Será pelo ENORME jogo de cintura (apesar da idade ainda dobra bem…) que o quixotesco alegre se propõe fazer, neste recente (e nada interesseiro…) namoro ao PSócrates?!…
    Ou terá sido antes pelos seus dotes artísticos (uma revelação de última hora…) na área da “representação de palco”?!…

  3. Luís Moreira diz:

    Encontrei-o na Alameda há dois ou três dias e perguntei-lhe se ia mesmo avançar com a candidatura. Disse que sim, com toda a convicção. Suprapartidário, tal como o Anibal…

  4. Não gosto do sr M Alegre.
    Nem muito nem pouco da sua poesia, nada da sua pessoa.
    Agora na apresentação da sua candidatura, e invertendo o caminho que tem vindo a traçar, lá adulou o sr Sócrates, depois de nos últimos dias também ter deixado de ser tão critico como tem sido até agora em relação ao governo.
    Como Hollywood fez a Lorre, também o nosso País e o partido que ele diz ser o seu, o vão castigar, entregando-lhe papeis com importância cada vez mais pequena.

  5. maria monteiro diz:

    se os papéis que são entregues ao PR são pequenos … o País e o partido vão “castigá-lo” porque… Manuel Alegre vai ser o Presidente de todos os portugueses

Trackbacks

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: There’s no business like show business: Peter Lorre (1904-1964) foi um grande actor, embora nunca tenha conseguid… http://bit.ly/aopu3r [...]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s