Um buraco gigantesco


Deve estar lembrado(a) do gigantesco buraco que se abriu na Cidade de Guatemala há quase dois anos. As àguas diluviais que acompanharam a tempestade tropical abriram aquele buraco descomunal no centro da capital daquele país. As dimensões, 60 metros de profundidade e 21,54 diâmetro, foram suficientes para engolir edifícios.

Mas há outros buracos… Aqueles que engolem serem humanos, aqueles onde por vezes caímos e são abertos por maus políticos, más políticas, má gestão, o que vai dar ao mesmo… (lembro-me da vaga de suicídios na France Telecom há dois anos).

Na quarta-feira passada, um senhor grego de 77 anos suicidou-se com um tiro em frente ao Parlamento. Descobriu-se uma carta deste homem onde acusa o Governo de, “com tantos cortes, ter praticamente reduzido a zero a sua reforma”. O número de suicídios tem aumentado na Grécia à “medida que têm sido impostas as medidas de austeridade” (Expresso, 6 de abril).

Esta notícia, classificada naquele jornal como «Breve» e que passa despercebida, devia encher os olhos aos nossos políticos que não pôem termo a tanta austeridade. Devia ser notícia de primeira página!

É alarmante e deveras preocupante.

«- Vão fazer alguma coisa para evitar este tipo de situação?» – pode perguntar-se.

 Os nossos políticos não acreditam que o mesmo venha a suceder em Portugal…

Comments

  1. E eles (os politicos) ralados…
    Quanto mais reformados se suicidarem menos reformas eles pagam.

  2. nightwishpt diz:

    Riam-se, riam-se, quando levarem com um balázio nos cornos já choram.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s