Onde escreves os teus «posts»?

Poeta Img0080 Img0150
No dia em que completamos três meses de vida, lancei o desafio aos outros aventadores: onde escreves os teus «posts»?
Pois bem, durante a maior parte do ano, eu escrevi os meus «posts» no Café Poeta, em Cinfães, terrinha simpática onde estive a dar aulas durante este ano. Café à moda antiga, onde sobressaem dois painéis com fotografias que estiveram durante todo o ano à frente dos meus olhos: num, Florbela Espanca, Camões e Pessoa; no outro, Sophia, Bocage e outro de que não me lembro.
Apesar de ser sede do concelho, o Poeta era o único lugar da vila em que havia internet. Numa máquina que funcionava com moedinhas, podíamos ir metendo moedas de 1 euro (que davam para 45 minutos) e ficar a navegar até às 2 da manhã num confortável cadeirão de couro preto onde, em dias de alguma cerveja, cheguei a dormir umas belas sonecas. 2 da manhã ou mais, que o Vítor, o empregado, era gente boa e deixava-nos ficar mais tempo.
Tudo isto, claro, depois de jantar. Até à hora do jantar, tinha a internet da escola. Que agora não é a brincar, o que pensam? Agora, é a escola a tempo inteiro.
E tu, onde escreves os teus «posts»?

Comments

  1. maria monteiro says:

    Eu por Lisboa/Olivais vou-vos lendo e aprendendo mas sem regras, por entre estudos, trabalhos, músicas, conversas, encontros … enfim quando calha. O local é mesmo em casa, com uma caneca de chá, no meio de pilhas de papéis e de muitas realidades…


  2. Olha, caro r, eu escrevo no meu escritório entre pilhas de música e um cinzeiro carregado de “filtros dobrados” – reparo agora que ele mete medo ao susto, é melhor limpar a coisa…

  3. Luis Moreira says:

    Um textozinho, Maria, para sabermos mais coisas. Chá verde?

  4. maria monteiro says:

    LM, por acaso hoje é chá de cidreira e mel com umas broas que a minha irmã me trouxe de Évora.

  5. isac says:

    basicamente… em todo o lado. tanto escrevo nos “intervalos” do trabalho em casa, como nos “intervalos” do trabalho nas empresas (como agora, mesmo – espero que não me estejam a ver!!) Por vezes uso o velho bloco de apontamentos e a vulgar caneta/lápis quando não estou em frente a um computador.


  6. […] um pouco estranha. Entre o piroso e o voyeurismo em voga. Depois achei que estava a ser parvo. A ideia até é gira. Ao ler a posta do Luís senti-me inibido. Depois de uma descrição daquelas (detesto […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.