O Pintarroxo em «O Progresso de Paredes»- Venda do capacete do ano (III)

(continuação daqui. escrito numa época em que «O Progresso de Paredes» ainda não era usado pelo PS para a eternização do seu poder)

«Organizada pelo valente Sargento do Exército Manuel Coelho de Mendonça e Agostinho Ribeiro da Cruz, muito competente Regedor desta freguesia, foi promovida a venda do Capacete na festa de Santa Luzia, que se venera no lugar do mesmo nome.
Contribuíram graciosamente e requintada fidalguia para tão simpático fim as gentis meninas Maria de S. José Carvalho, Maria Zélia Carvalho e Maria Luisa Carvalho, de Mirandela, mas neste dia eram visitas honrosas do grande industrial local Joaquim Moreira dos Santos e de sua esposa, D. Maria Emília da Costa Pereira, inteligente professora local.
Satisfatoriamente colheram 108$20, cujo produto seguirá o seu bom destino, e nesse dia, as viúvas e órfãos da Grande Guerra, pagarão com lágrimas e sorrisos quem auxiliou e teve tão louvável iniciativa.
Exames do 2.º grau – Realizaram-se nas escolas da Vila de Paredes os exames do 2.º grau dos alunos do sexo masculino, da escola da Lage desta freguesia, cuja direcção está confiada à competente professora D. Maria Emília da Costa Pereira, sendo os resultados satisfatórios, como era de esperar.
Fizeram exame os seguintes meninos: Albino Correia, Américo Moreira Dias, António Joaquim Nunes Moreira dos Santos, Augusto Moreira dos Santos Pinto da Rocha, Carlos Alfredo Pereira dos Santos e Carlos Fernando Nunes dos Santos.
São dignos das mais honrosas referências e lícitos elogios os distintos professores e professoras que faziam parte do júri, pela maneira afável e fino trato como sabiam interrogar as crianças.
Digo-o porque assisti, e gostaria de ser criança para fazer exame outra vez na escola do professor Vasconcelos.»

Pintarroxo, in «O Progresso de Paredes», 20-07-1937.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.