Elisa Ferreira no «Gato Fedorento»

Gosto de Elisa Ferreira, tenho de admiti-lo. E penso que daria uma excelente Presidente da Câmara do Porto se tivesse sido candidata no momento certo, ou seja, em 2001. Teria ganho e Rui Rio nunca teria existido. Agora, é tarde.
Não obstante, penso que a candidata do PS esteve muito bem na entrevista com Ricardo Araújo Pereira. Muito desenvolta, muito à vontade, confirmou aquilo que se tem vindo a verificar: a prestação das mulheres no «Gato Fedorento» é claramente superior à dos homens.
Foi também muito convincente. Quem ouviu Elisa Ferreira a falar até terá ficado convencido que ela acredita na vitória. Deu para rir quando disse que tinha muitos seguidores no Twitter e no Facebook – como se isso significasse votos.
Esteve muito bem quando separou as águas do FC do Porto e da rivalidade entre Porto e Lisboa. Já quanto à gamela do Parlamento Europeu, não conseguiu explicar. Talvez porque seja mesmo inexplicável…

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Os Portuenses não desculpam a ninguem serem segunda escolha…

  2. carla romualdo says:

    Teve um momento alto no final do debate da SIC Notícias quando não deixou falar os candidatos do Bloco e do PCTP alegando que só ela e o Rio é que tinham verdadeiras hipóteses de ganhar. Um momento, de resto, habitual nos debates que reúnem os pequenos e os da gamela.