Pedro Marques Lopes, a «isenção» da TSF e o «amigo Joaquim»


«Bloco Central» é um programa de actualidade política da TSF cujo nome diz tudo. De um lado, Pedro Adão e Silva representa o PS. Do outro, Pedro Marques Lopes representa o PSD.
Pedro Adão e Silva foi dirigente nacional do PS e autor da moção de José Sócrates no último Congresso. Pedro Marques Lopes não é nem nunca foi nada no PSD. Pedro Adão e Silva defende com todas as forças o PS e o primeiro-ministro e está sempre a atacar o PSD. Pedro Marques Lopes ataca com todas as forças o PSD e Manuela Ferreira Leite e não raras vezes defende o primeiro-ministro.
É assim a isenção da TSF. Claro que ninguém foi dizer a Pedro Marques Lopes o que ele devia dizer. E ninguém foi dizer a o director da TSF Paulo Baldaia para contratar Pedro Marques Lopes para um programa deste género. Não é preciso. Lembram-se da história do cãozinho amestrado? Pois, o «amigo Joaquim» não precisa de dar ordens. Todos sabem, a cada momento, o que hão-de fazer.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    O Pedro Marque Lopes não é nem nunca foi social-dmocrata.

  2. António Carvalho says:

    O “Bloco Central” á esquerda e á direita?!…
    Pedro Marques Lopes e Pedro Adão e Silva são ambos de direita. Não enganem o “zé povinho”! Eu conheço-os bem…defensores do capilalismo selvagem. Disse

  3. António Carvalho says:

    O “Bloco Central” à esquerda e à direita?!…
    Pedro Marques Lopes e Pedro Adão e Silva são ambos de direita.
    Não enganem o povinho!”
    Eu conheço-os bem… defensores do capitalismo selvagem. Disse


  4. Isto começa a ficar interessante: Agora até se começa a notar esta coisa simples:
    NÃO HÁ LIBERDADE DE IMPRENSA EM PORTUGAL.

    E, não é que a velha feia tinha razão…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.