Declaração: eu não gosto dos Tokyo Hotel

Eu sou uma pessoa que respeita a opinião dos outros.  Tenho amigos que fazem parte de juventudes partidárias, tanto da JSD como da JS, tenho amigos comunistas,  embora estes não tenham coragem para se filiarem, tenho alguns que não sabem quem é o Primeiro-Ministro e em Inglaterra até conheço pessoas que inclusivamente vão votar no BPN  na próxima general election.

É também verdade que falo com pessoas que acham que os Delfins cantam bem e que um homem pintar o cabelo é aceitável e bonito. Amigas minhas adoram o Nicholas Spark e aquelas histórias em que alguém tem um cão e depois morrem com uma doença desconhecida e complexa. É assim, não tenho nada contra. Eu até conheço pessoas que acham que o Thomas Crowmell era boa pessoa e que Henrique VIII era um bom Rei (se bem que aqui a culpa é do J. Rhys Myers).

Mas há uma coisa que eu não tenho e dou graças a Deus por isso (não sei bem se agora se pode dar graças a Deus, isto agora com a pedofilia não se sabe. Tenho que rever o meu manual das coisas que são ou não socialmente aceitáveis). Eu não tenho amigos que gostam dos Tokyo Hotel. Porque eu posso tolerar a malta das jotinhas, a malta que acha que o Nick Griffin até tem boas ideias, a malta que acha que o Nicholas Spark é literatura, mas agora os Tokyo Hotel é algo completamente diferente. Temos que enfrentar isto: eles são maus. Não, a sério. Cantam mal, escrevem mal, não há nada de certo com aquele grupo de adolescentes. Pior que os Tokyo Hotel só mesmo as fãs dos Tokyo Hotel e talvez seja esta o cerne do problema.  Eu conheço pessoas que dormiram no chão por causa do concerto dos U2. Ok, mas são os U2. O Bono canta bem e faz coisas boas.

Os Tokyo Hotel têm aquele efeito que os Beatles tinham só que os Beatles eram bons. Há dois anos, acho eu, choravam e berravam na televisão porque o Bill tinha um problema na garganta e não podia cantar. Este ano esperemos que o Bill não tenha nada porque de novo aquelas cenas em directo é…mau. Sim porque os Tokyo Hotel vão voltar. E aproveitando as férias já há tendas no pavilhão atlântico. Eu devo ser a única que vai ter que trabalhar nas férias. A culpa é de História. E do bom gosto certamente.

Comments


  1. Eu abomino os Tokyo Hotel! E não percebo se esse tal de Bill é um adolescente com problemas de identidade, uma menina ou um travesti e tenho uma pena desgraçada que sejam da minha terra.


  2. Cara Daniela, podes dizer Graças a Deus à vontade porque Deus não tem nada a ver com pedofilia. Quem tem a ver com pedofilia são aqueles que se dizem seus representantes e se armam em santos, atraiçoando hipocritamente, constantemente e descaradamente a sua doutrina.


  3. I

    Adão Cruz :
    Cara Daniela, podes dizer Graças a Deus à vontade porque Deus não tem nada a ver com pedofilia. Quem tem a ver com pedofilia são aqueles que se dizem seus representantes e se armam em santos, atraiçoando hipocritamente, constantemente e descaradamente a sua doutrina.

    I like God what I can´t stand is his fan club 😀

  4. maria monteiro says:

    Uma amiga minha vem a Portugal com a filha para ver os Tokyo Hotel … felizmente que nem todos somos iguais senão o mundo era uma grande cópia em papel. Insa, Johanna venham e tragam-me daqueles chocolates de que tanto gosto.

  5. WebT says:

    Cara Daniela, eu por acaso também não gosto dos Tokyo Hotel, o problema é que também não acho graça nenhuma aos U2.
    No entanto ainda bem que há quem goste, porque como alguém dizia se gostássemos todos do amarelo o mundo era uma chatice amarela.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.