Correio da Manhã pode transformar-se num jornal de referência

Todos os dias se confirma o que foi escrito aqui. Numa deriva perigosíssima, o próprio Correio da Manhã põe em manchete um assunto importante, arriscando-se a perder quota de mercado e fazendo lembrar o Jornal de Notícias de outros tempos. Face à crise e aos problemas sociais, o JN garante vendas ao misturar “orgias sexuais” com “José Castelo-Branco” Que podemos esperar desta luta entre titãs da comunicação social? Voltarão, um dia, à senda do jornalismo? Não perca o próximo episódio.

Comments

  1. manuel.ferreira says:

    SOLUÇÃO 2014 … Para acabar de vez com os números escandalosos dos acidentes de trabalho no nosso País … é urgente implementar o CONTROLE de ALCOOL e DROGAS em todas as EMPRESAS e locais de trabalho … e penalizar os usuários com DEMISSÃO imediata. Só assim … fazemos justiça aos bons trabalhadores que são corretos eficazes e produtivos…FAZENDO INSPECÇÕES SURPRESA PELAS ENTIDADES COMPETENTES…só desta forma podemos construir um PAÍS melhor, mais rico, mais produtivo , e mais JUSTO. De todos e para todos…

Trackbacks


  1. […] pasquins, os tablóides e os jornais que para lá caminham, gostam de sangue e sensações fortes mas não se deslocam, por exemplo, aos teatros de guerra ou […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.