Xerém ou Xarém de berbigão

Hoje fui à praça e comprei 1kg de berbigão. Depois de considerar várias hipóteses para dar tratamento aos bichos, lembrei-me de algo que não como há algum tempo: um xerém.

O xerém (também conhecido por xarém) é uma das mais desconhecidas receitas da cozinha algarvia, ainda que tenha entrado nas gastronomias de alguns países africanos e no Brasil. Por ser muito fácil fazer e muito saboroso, compartilho a minha receita (existem variantes) com os leitores do Aventar.

1 kg de berbigão, ameijoas ou conquilhas

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola

1 tomate maduro (facultativo)

200g de farinha de milho grossa

cerca de dois litros de água

coentros

sal

100g de presunto (facultativo)

Deixe os bivalves cerca de duas horas em água com sal para que percam a areia e lave-os bem.

Se usar presunto, corte-o em cubos e frite-os no azeite. Retire. Com o restante azeite, refogue a cebola e o tomate, ambos picados. Deixe alourar.

Junte a água com o sal e vá acrescentando a farinha lentamente, mexendo sempre. Coze durante 15 minutos. Sem retirar o tacho do lume, deita-se o berbigão e os coentros picados. Deixa-se abrir o marisco e serve-se imediatamente. Experimente.

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    E uma foto? 🙂

  2. Xarope d'Alho says:

    Sou algarvio, mas o Xerém nunca me convenceu.


  3. E os ingredientes devidamente formatados? até parece que não sabes cozinhar.

  4. Silvério Coutinho says:

    Comi pela primeira vez isso no Algarve há dois anos. Quando perguntei o que era, e me explicaram, a minha reacção foi – isso são milhos!
    Há um prato em Trás-os-Montes (zonas de Chaves e Vila Real) que é isso, mas com carnes e enchidos. O milho é moído grosso e há quem acrescente uma boa tronchuda!
    Bom apetite!

  5. marai celeste ramos says:

    Mas que boas guloseimas que os chefes gourmet actualmente em concurso mundial em Albufeira nem sequer ouviram falar e muito menos saborear e cozinhar e se tivessem visto a garopa de 30 kilos pescado hoje achariem que era um tubarão – mas que beleza pescada à linha hoje
    Ai este país de tantos segredos gastronómicos-mcor

  6. alfredo azinheira says:

    Esta é a receita que a minha mae utilizava durante e sua longa vida. Muito boa, e tambem se pode acrecentar cubos de pão frito. Há ainda quem faça o Xarem simples cozinhado no molho de caldeirada de petingas.

  7. alfredo azinheira says:

    A farinha (farelo) de milho deve ser diluida na agua de abrir as conquilas depois de esfriar.aos poucos vai-se acrescentando mais caldo. no fim deitam-se as conquilas, (algumas com casca) e o pão frito aos cubos. O tomate e cebola, podem ser usados, mas creio que torna o Xarem enjoativo, assim como o chouriço. Já o presunto cai bem


  8. Aqui também encontram boas receitas em http://bigchefe.com

Deixar uma resposta