Thatcher: O filme e não só

Este vídeo do PUBLICO que conta com o comentário de Teresa de Sousa contém tudo aquilo que eu penso sobre Thatcher. Teresa de Sousa consegue fazer uma análise a roçar o perfeito na medida em que enquadra Thatcher, em que a coloca no seu devido lugar, no seu tempo. Ainda não fui ver o filme mas espero bem que ele demonstre tudo isto. Que explique precisamente quais as condições à volta da sua chegado ao poder e porque razão é que elas são tão extraordinárias. Espero bem que ele demonstre tudo isto. É ver, meus amigos, é ver.

Comments


  1. “… foi a primeira mulher no mundo ocidental?”
    Não falta na frase qualquer coisinha?

  2. Zuruspa says:

    É de aventar:
    José Luiz Sarmento, A história dum monstro: “Se o filme humaniza Thatcher, como diz Teresa de Sousa, não estou interessado em vê-lo. Humanizar quem se definiu pela desumanidade é perdoar o imperdoável. Thatcher, como o seu amigo Pinochet, foi um dos vários monstros que o século XX produziu. Merece que nos lembremos dela, sim, mas para nunca mais deixarmos que alguém como ela tenha poder sobre nós. ”

    e também o cáustico:
    Jorge Queiroz, Thatcher grande líder, uma lenda: “Margaret Thatcher foi uma grande líder que fez muito pelos ingleses e pelo o mundo ocidental. Assim como Angela Merkel o é atualmente. “

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.