Despedimento Sumário e Colectivo, JÁ!

cpEste governo não os tem nos sítio

É uma verdadeira vergonha. Estes gajos andam a gozar connosco. Agora, e mais uma vez, vão de férias no Natal.

Despejam para cima de nós as mais diversificadas desculpas e razões para esconder um só objectivo:
Prejudicar o País, prejudicando o maior número possível de pessoas.
Um governo a sério já os teria despedido sumariamente e recrutado pessoal no exército até que no mundo do trabalhador existissem já novos formandos, que não estivessem subjugados aos sindicatos que os vão manipulando.
Estes tipos, para não usar um termo que eles mereceriam, não fazem greves, fazem férias, prejudicando quem com o seu trabalho e os seus descontos lhes paga os salários.

Até quando vamos aguentar esta chuchadeira?

Comments


  1. Poderias querer conhecer o outro lado da estória.
    Dou-te uma ajuda: https://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=2&ved=0CDgQFjAB&url=http%3A%2F%2Fwww.smaq.pt%2Ffunc_15.php%3Fid%3D252&ei=-8zUUN2_JcTMhAf2sICYBg&usg=AFQjCNHMDTbxvOMoxtyVl66zWYmYur2ONQ&sig2=CeTKz4EWxgIznj47A-bJCA&bvm=bv.1355534169,d.d2k&cad=rja

    Talvez, a seguir, queiras um despedimento colectivo não de quem trabalha mas de quem estorva e mente.


    • Caro Dario, não existem justificações nem argumentos válidos e justos quando se prejudicam milhares em pró de umas dezenas…

    • Maquiavel says:

      A questäo é que o Magalhäes está-se a borrifar para o outro lado da estória. Assim como para a CRP 1976.
      O Magalhäes gosta é da CPRP 1933…

      • há cavallieri que só ficam avariados da tola says:

        ainda não achaste a mioleira e só sai a cassete do partei?

        bolas cprp 1933 tás demodé filha

        desde que morreu o ary andas desconsolado…

        o país vai ao fundo de qualquer modo

        viva estaline ….relaxa que logo te reciclamos


    • Meu caro Dario,
      Nunca qualquer lado de qualquer história justifica, em meu entender, que, com base nas razões que lhes assistam, se prejudiquem cidadãos que nada têm a ver com o assunto, ou um País inteiro, como se vai verificando em alguns casos.


      • Então qual é o lado da estória que tudo legitima?
        O de quem passa por cima das decisões do STJ?
        O de quem mente?
        O de quem desrespeita acordos mútos prévios?

        Desculpa-me mas comigo não vale tudo!
        E se todo um país sai prejudicado, como bem referes, importa – porque é de elementar justiça – saber quem causa esse mal-estar, esse prejuízo. E, depois, aplique-se o correctivo necessário.


        • Não há qualquer lado da “estória” que tudo possa legitimar. Em caso algum qualquer coisa pode legitimar o “tudo”.
          “Desculpa-me mas comigo não vale tudo!”, dizes, mas neste caso, como noutros de que tenho falado, parece que tudo vale, desde que “se faça o que eu quero”, e muitos saem prejudicados, particulares e País, sem que tenham seja o que for a ver com o problema.
          “Importa saber quem causa o mal-estar”, dizes, é verdade, mas a desinformação vem de ambos os lados, sem que seja possível saber quem o causa, se um dos lados, se o outro, se ambos.
          Aplicar os correctivos necessários?, estou completamente de acordo. Apliquem-se!


          • “Desculpa-me mas comigo não vale tudo!”, dizes, mas neste caso, como noutros de que tenho falado, parece que tudo vale, desde que “se faça o que eu quero”,

            – José, não é o que eu quero: é o que está determinado pelo Supremo Tribunal de Justiça. Já citei o documento… podes é querer fazer tabula rasa das determinações do mais alto tribunal português que, digo eu, terá ouvido os argumentos de ambas as partes e decidido em conformidade…

            “mas a desinformação vem de ambos os lados,”
            – Consegues provar o que dizes? Eu provo-te, com letra impressa, o contrário.


  2. Que saudades do tempo “da outra senhora”
    Tenha paciência sr. Magalhães, estamos quase lá…

    • há cavallieri que só ficam avariados da tola says:

      ó gaja tamos inda tão longe só o estado corporativo é o mesmo

      agora faz é menos greves de zelo…mas…

      o que vae nas carruagens da cp apodrece Ȉ mesma

      nisse parece mesmo 1971…..o cheiro é que é menor

      os vagões levam menos carga
      e mesmo em marcha lenta andam a mais de 60 à hora…


  3. “Estamos em guerra, estamos em guerra!!!!”, diz o 1º.

    “Que cada português seja um soldado e se erga na defesa do país!”, acrescenta o 1º..

    Para Portugal, e em força! (lembro-me eu, depois do 1º balbuciar qualquer coisa entre esta guerra e a guerra do Ultramar, que eu já não ouvi, porque já não consigo ouvir tanta bacorada junta e um homem não é de ferro e, nessa altura já imaginava a cena do pessoal a marchar pelas ruas munidos de caçadeiras, K7, e mísseis Tamaóque, catanas e tasers e chaimites)

    Já o 2º afirma ” Que ninguém fuja ao fisco, que ninguém fuja ao fisco”!, após mais um desastre nas contas do país, claramente provocado pelos estivadores e isso….


  4. Infelizmente vamos aguentar por muito mais tempo: é que a estupidez, disfarçada de “direitos”, tem uma fatal tendência para permanecer profundamente enraizada nas mentes tacanhas e egoístas do rebanho que é este triste povo, deficientemente politizado desde o 25 de Abril… Sim, porque, verdadeiramente, a culpa não é dos governos: é da carneirada que lhes facilita assento no poder!

    E os grevistas, como parte que são da carneirada, exibem com buçal orgulho a sua mentalidade tacanha e egocentrica com comportamentos estereotipados de gente bronca, interesseira e há décadas manipulada por jogos sindicais e partidários.

    Há que aprender a pensar. Enquanto isso não acontecer, a balbúrdia continuará: em nome de uma igualdade fomentam-se cada vez mais desigualdades, em nome dos direitos de uns privam-se outros dos seus!

    • Sarah Adamopoulos says:

      Há que aprender a pensar, concordo. De preferência sem *boçal* orgulho, que é para saber do que está a falar quando se chega à frente para comentar.


    • Ainda por cima, grevistas com bigode…..


    • “…em nome dos direitos de uns privam-se outros dos seus!”, diz a Isabel.

      Estas frases dão sempre mal resultado quando esgrimidas assim, numa generalização entediante e chichezada qb.

      A Isabel ouviu o Bagão Félix a falar dos direitos (entre aspas colocados pela Isabel), das pensões e da taxa de solidariedade que não é taxa, mas mais 1 imposto?

      Ouviu-o a falar do perigo de lançar gerações e situações profissionais umas contra as outras?

      Acha que o que ele disse é estúpido e faz parte da carneirada geral e tem buço?


    • a Isabel é o que faz pensa pelos outros já agora ponha-se debaixo de um comboio ou fache e matraca que só diz merda


  5. A TAP está em banho-maria. Será que a CP vai para o prego?

  6. Sarah Adamopoulos says:

    Lá vem o senhor Magalhães com a conversa do costume…

  7. maria celeste ramos says:

    Pois os Maias é que têm razão – fim do mundo – deste que se alimenta de seres vivos até os eliminar e mesmo dos seres que mata como se fossem necrófagos – pois este mundo ou acaba ou desaparecem os homens bons – que ainda restam mais do que pensaremos, mas existem – mas onde estão ?? São só os “budas” a rezar ?? São só os monges de Monserrat ?? São só os que nem sabemos quem são mas existem e onde ?? Lembro o nosso filósofo esotérico Agostinho que tão sábio era e escreveu (num livrinho que guardo) sobre o sagrado e educação + natureaza + POLÍTICA etendo afimado nas suas freses curtas e densas que o exercício da política seria para quem tem a vocação e que seria das profissões mais altas e de maior valor pois que serviria TODOS os homens – ora bem que até aceito – apenas que os dirigentes mudaram de “agulha” e em vez de dirigor – regir – reger – os bens da Terra em todos os eus recursos naturais vegetail e animais, a prória terra e as riquezas do mar, e por fim os homens seus irmãos, ESCRAVIZOU a terra e o mar e a água e todos os recursos da natureza e mesmo recursos humanos – atingiram o limite da ignorância e noção da sua função como a imagem invertida num espelho – de homens passaram a puta,s esta linda palavra por eles inventada que lhes assenta como uma luva e quando não obtêm a bem obtêm nem que seja matando das mais variadas formas desfigurando identidade da pessoa que vira escrava e infeliz e se grita “leva” como levou hoje na AR e lá estava a polícia para o por em ordem- Churcill disse que a Democracia era o MENOR dos males – mas afinal virou-se para o limite oposto atraindo os homens de agora que aderiram ao neo-nazismo não por revolta porque essa é a minha emoção, mas porque abriram o espaço para acontecer – porque a religião é para tontos – porque os crucifixos não t~em de estar nas escolas, poruqe o Tratado europeu nem no preâmbulo poude escrever “europa de origem judaico-cristã” – porque despiram toda a essência do homem nas suas componentes body-mind-spirit tão bem explicada por Yung e tentam reduzí-lo a uma “besta de carga e de trabalho e das suas frustrações” – ficando o homem robot ao seu serviço sem poder piar – mas há os que não adormecem nem foi desfeito mesmo com o maior sofrimento, a sua dignidade – e tudo há-de renascer pois que por amor tudo recomeça

  8. Sarah Adamopoulos says:

    Os únicos que os têm no sítio: estivadores e maquinistas 🙂 Força!

  9. Maquiavel says:

    Mau… entäo os trabalhadores da CP seguem o conselho que o Magalhäes lhes deu aqui atrasado… e agora o Magalhäes quer despedi-los?
    Menino mau, JM! Menino mau!

    Já percebi… o Magalhäes quer ir conduzir comboios… mas olhe que é mais difícil do que fazê-lo em modelos à escala!

  10. nightwishpt says:

    Pois, ou há greves muito maiores que estas que parem o país de vez, ou os Josés deste mundo andarão todos contentes atrás das migalhas da Xonets.

    • nightwishpt says:

      Mas deixe lá, o governo passa já uma lei a aprovar a contratação à jorna de maquinistas e acaba com os sindicatos. É esperar e ver o paraíso da recuperação.


      • E quem serão os comandantes e generais?

        Sendo que a previsão do fim do mundo está em vias de falhar, eis que o 1º ministro nos convoca para sermos soldados e lutarmos pela pátria.

        E quem serão os comandantes e generais?

        Portanto, José Magalhães, considere-se alistado, pegue na baioneta e avance lá com a ameaça que faz com este título de post!

        Se tem 3, e os que estão no poder só têm 1, uma vez que está em vantagem, dentro da disfuncionalidade, avance!


  11. Airosamente me retiro! Já vi que o rebanho insiste em comer do mesmo pasto!

    Além disso, preocupam-me muito mais todos aqueles que se verão privados de consoar em família por causa de meia dúzia de energúmenos do que aqueles que orgasmicamente alimentam discussões estéreis e patéticas como as que aqui se cozinham!


    • A Isabel sai airosamente, não sem antes ter entrado pior do que elefante em loja de porcelana, gritando uma quantidade de adjectivações histéricas que me fez sair da loja. E o seu direito a esta gritaria estéril e a toda esta gesticulação gutural elimina o meu direito a não ter de aturar isto.

    • Maquiavel says:

      Que eu saiba as rodoviárias näo fecharam.
      Ah, näo me digam, os preços das rodoviárias privadas säo o dobro ou o triplo dos da ferroviária pública.
      VIDAS!

    • Antonio Fonseca says:

      Isabel as respostas dadas por si só demonstram uma coisa, e que é o mal deste País “só olha para o seu umbigo e desde que esteja bem os outros que se lixem”.
      Tal como foi referido num comentário atráz informe-se antes de comentar e ouça os dois lados da história, mas como não lhe convem fazer isso ou será que lhe dá muito trabalho??? “retira-se airosamente” porque se calhar já foi fazer o que devia ter feito no inicio antes de comentar e como tal as coisas não são como leu/ouviu na comunicação social mas a realidade é outra e então já viu que é melhor sair de fininho para não ter que dar razão a quem luta por alguma coisa que se calhar alguns que aqui estão a comentar nunca tiveram que o fazer.

      https://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=2&ved=0CDgQFjAB&url=http%3A%2F%2Fwww.smaq.pt%2Ffunc_15.php%3Fid%3D252&ei=-8zUUN2_JcTMhAf2sICYBg&usg=AFQjCNHMDTbxvOMoxtyVl66zWYmYur2ONQ&sig2=CeTKz4EWxgIznj47A-bJCA&bvm=bv.1355534169,d.d2k&cad=rja

      Se for do interesse de alguem estar minimamente informado façam como eu leio sobre os dois lados e a defesa que cada um apresenta para as questões lançadas pelo outro

      http://www.smaq.pt/start.php?opt=3


    • A Isabel leu, porventura, o documento que citei lá em cima?
      Quanto vale para si a palavra do Tribunal Superior de Justiça?
      Nada, está visto. Não faz mal: se a seguir alguém em posição de chefia determinar que, afinal, não vai ter direito a uma reforma, a Isabel anui e subscreve.


    • á já me esquacia carneirada deves ser tu ou a tua familia, vai mas é comer o pasto que já está verde antes que elel faça greve

    • Pimba says:

      Os pobres que não poderão cear em família por falta de comboio? Os de Marvão, Portalegre, Elvas, de Beja a Funcheira, da Régua e Vila Real, de Coimbra a Serpins, cujas linhas foram encerradas por meia dúzia de energúmenos?
      AH, pois… desses realmente tenho pena.

  12. José António says:

    Energúmenos é a corja de governantes que se apoderou do aparelho de estado com base na estratégia da mentira pura e dura usada na última campanha eleitoral; energúmenos é a corja de corruptos que pretendem vender tudo a preço de saldo para canalizar uns milhões para as suas contra privadas, porque sabem que neste lugar mal frequentado, nada lhes acontece.
    Vá dar banho ao cão cara Isabel.


  13. Então agora temos de ser soldados?


  14. Já me mandaram emigar e sair da minha zona de conforto; já me chamaram piegas; já me disseram que estar desempregado significa uma janela de oportunidades; já me mandaram ser empreendedor; já me mandaram aguentar; já me disseram que vivi acima das minhas possibilidades; já me mandaram não ter direitos adquiridos; a Isabel G mandou-me pastar…..

    Agora mandaram-me ser soldado.

    Só falta agora tecerem loas ao harakiri.

    HARAKIRI SUMÁRIO E COLECTIVO, JÁ!

    • há rak iri erA a tua tia... says:

      diz-se seppuku sua abécula

      e velhos não fazem seppuku fazem eu thanatos

      somos gregos ou não semos kan bá dá…

  15. Jorge says:

    Vivam os trabalhadores. Vivam os sindicatos.
    Isabel para o Gulag já . começo a simpatizar com o Estaline. Era um russo nao era?


  16. BEM…
    SUGIRO a PRIVATIZAÇÃO DA CP… E para ontem… E PAGAMOS para ficarem com ela…
    Depois quando estivermos a uns dias de ser assinado o contrato de venda, então é que nos damos conta de que afinal os ESCRAVOS que lá trabalham, afinal até nem são assim tão bem pagos, afinal nem têm assim tantas regalias, e que, afinal a CP e os seus BRILHANTES trabalhadores fazem um SERVIÇO PÚBLICO fabuloso…
    Isto de existir em SOCIEDADES desprovidas de VALORES e geridas por INTERESSES PURAMENTE ECONÓMICOS E FINANCEIROS tem o seu senão… Quem está a ser prejudicado nos seus interesses não quer saber se vai prejudicar fulano A ou sicrano B… O que importa é LUTAR para não perder o POUCO que TEM… Afinal foi para isto que foi FORMATADO, desde TENRA IDADE… Tens que LUTAR, COMPETIR, para seres ALGUÉM NA VIDA… Claro que os outros, os que queriam ir de comboio para outro sítio qualquer, porque trabalham numa PLANTAÇÃO longe do barraco onde habitam nos dias de repouso e alienação, fica possessos da vida pois como é que se ADMITE QUE AQUELES ESCRAVOS ESTEJAM A PREJUDICAR OS OUTROS ESCRAVOS… Escravos têm que ser SOLIDÁRIOS ENTRE ELES… Por isso é que os que são prejudicados não querem nem saber que os que estão a LUTAR para manter o pouco que têm o percam, apenas para que eles possam ir para o barraco de comboio, para passar a época da ilusão natalícia…
    Continuem assim… O FUTURO será brilhante!

    Abr para todos
    E felizes ILUSÕES NATALÍCIAS :cool

    (Ah! E não se esqueçam de CONSUMIR, pois sem CONSUMIDOR não se gera RIQUEZA, nem se CRIA DÍVIDA! Mas até aqui parece que andam muitos ESCRAVOS a fazer GREVE ao CONSUMISMO… Estranho!!!)


  17. Que trapalhada de comentários. E todos a esquecer a verdadeira situação: quando se compra um bilhete à CP, compra-se à CP empresa e não à CP maquinistas, ou CP revisores ou CP limpadores de urinois.
    Compra-se à CP! Get it? Se as pessoas têm queixas, façam directamente à CP empresa e os seus administradores que devem responder pela má gestão que estão a fazer.
    Quando fazem a greve e não há comboios, estou pouco me borrifando se é por causa de salários, se é por causa das amantes, etc e tal. Comprei um bilhete, quero é ser compensado pelos inconvenientes da CP empresa! E é a CP empresa que tem que se chegar *a frente.Em especial, uma corja de administradores e lacaios superiores que se ficam a rir com os seus chorudos ordenados porque a arraia miuda continua chateada com os maquinistas, os revisores, etc.
    Se o governo tivesse tomates , despedia sem indemnização toda a administração e lacaios superiores, e continuaria a fazer isso sucessivamente até ter uma administração que consiga apaziguar o que raio se passa lá dentro.


  18. Há aqui malta demasiado idiota, mas eu vou tentar explicar-lhes:
    Ao contrario dos vossos empregos, os maquinistas não tiram a grande fatia das férias quando lhes apetece. Existem regras na empresa. E também existe uma regra que obriga a empresa a dar férias aos funcionários no ano em gestão. Ora se a empresa não deu férias durante o resto do ano, agora é a pouca vergonha que se vê: muitos maquinistas estão de férias.

    Querem privatizar? Privatizem! Os comboios não andam sem os maquinistas e vocês idiotas passam a pagar o dobro ou o triplo para daqui a uns 10, 20 anos estarem a discutir o mesmo que se discute em inglaterra.
    Quanto à greve e aos serviços mínimos, vão ler os acordãos do tribunal e percebem quem é que anda a enganar quem.

    Oh José, para a idade que deves ter, já devias ter ganho juízo. (a Isabel já nem vale apena…)

    • Eduardo Torres says:

      A questão das férias (que é factual) não acontece por acaso.
      O desmantelamento de algo que funcionava não é de agora e vai continuar a fazer-se por culpabilização daqueles que sempre cumpriram os Acordos em vigor.
      Quem não cumpriu (as chefias da CP, com a conivência de vários governos) é aplaudido.


    • Olá… A realidade não importa! O que é “real” são as “notícias” cuspidas através de pivôs via Meios de Merda Social!

      Espero que os bacanos da TAP comecem a fazer greves brevemente que é para descerem do Altar dos “Melhores Trabalhadores da Galáxia, e da Europa…

      De resto as diarreias verbais são sempre as mesmas “há quem ganhe 500€ por mês!!” “há quem trabalhe horas a mais e nada ganha”… Sempre o mesmo! Claro que isto é discurso de ESCRAVO muito bem FORMATADO pelos DONOS! Os ESCRAVOS POBRES atacam-se mutuamente, e são solidários mutuamente (BACF, IPSS, Misericórdias e por aí fora em cenas de voluntariado!)…
      Tal comportamento só pode ser classificado com uma palavra “IDIOTAS”… Mas é a massa que temos, e como está à vista… o bolo não é lá grande espiga!

      Fiquem 😎

  19. J.Pinto says:

    Os trabalhadores da CP, em conjunto com os sindicatos, são os que mais têm feito para tornar a sua função dispensável. Cada vez haverá menos gente interessada em andar de transportes públicos quando não é um transporte confiável.

    Quando se aperceberem que a diminuição do número clientes terá como consequência a diminuição do número de pessoas e custos com pessoal talvez se lembrem das consequências das greves.

    No que diz respeito às causas das reivindicações, talvez fosse interessante falar em números. Conheço muitas pessoas que trabalham no sector privado e levam para casa 500€. Qual é o salário e o horário de trabalho destes senhores? Será assim tão precário o seu trabalho?

    • Antonio Fonseca says:

      Só te posso dizer:
      Vai ver quem anda a fechar as linhas, a criar horarios sem nexo e as horas que perdes entre um comboio e outro para chegares ao destino e ainda acreditas que o ordenado dos funcionários da cp é o que a comunicação social diz? então não andas minimamente informado (por acaso viste alguem desmentir o representante do sindicato dos maquinistas quando este apresentou um recibo do ordenado na tv em que os valores são muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mais baixos do aquilo que se fala)
      .

  20. Luís says:

    No “momento que o país atravessa”, em “estado de necessidade”, em que “vivemos acima das nossas possibilidades”, os grevistas são os principais culpados do “estado a que o Estado chegou”.
    Mas continuo a acreditar no futuro do país pois os banqueiros, escritórios de advogados, políticos e empresários do regime não estão em greve.
    Os “homens da mala”, como diz o Paulo Morais, (colaboradores dos acima ditos), não fazem greve e continuam a fazer horas extraordinárias e a percorrer de forma incansável os corredores dos partidos e os gabinetes do governo, transportando propostas altamente vantajosas para o povo nas “gorduras” da TAP, Àguas de Portugal, EDP, ANA, submarinos, REN, CGD, RTP e a PQos Pariu.
    São estes “soldados”, verdadeiros patriotas, pois “o dinheiro não tem pátria”, e que perderam milhões de “investimentos”,( no BPN e BPP), para desenvolver a pátria, (estádios, expo, PPPs), que vão fazer ressurgir o país do KAOS (caos em português), que os grevistas o conduziram, investindo os 80.000.000 euros que estão nos bancos suiços e alemães.
    Amen!


  21. Em contrapartida, se me perguntassem – hipótese meramente académica – eu diria que o José Magalhães não deve ser despedido do Aventar. Um estilo troll tem sempre algo de pitoresco. E tem a vantagem de mostrar à saciedade o pouco de substantivo e muito de contraditório de que enferma um certo discurso anti-greves e anti-sindicatos.

  22. Mário Reis says:

    Das postagens mais cretinas que tenho lido…. Que grande confusão nessa cabeça!!!

  23. zequeve says:

    gostaria que estes senhores/as dissessem se é melhor baixar as calcinhas aos barões e corruptos desta sociedade que eles querem venerar, enquanto nos colocam uns contra outros, recuando novamente para a escravatura, ou se é melhor manter a dignidade alcançada,durante gerações com muito sangue e vidas nivelando para melhor .

  24. Não Interessa says:

    “Nunca qualquer lado de qualquer história justifica, em meu entender, que, com base nas razões que lhes assistam, se prejudiquem cidadãos que nada têm a ver com o assunto, ou um País inteiro, como se vai verificando em alguns casos.”

    Chama-se greve. Se não prejudicasse ninguém, qual era exactamente o efeito?
    Ou pretende abolir o direito à greve? Ou abolir a greve na consoada? E nas horas de ponta. E em dias de futebol. E durante o período lectivo. E, e, e.. está a ver a ideia?


  25. Ora então:

  26. Antonio Fonseca says:

Trackbacks


  1. […] Os comboios sobreviverão? duvido, a ordem é fechar, e onde há lucro para todos pagarmos, privatizar, prejudicando o país. […]


  2. […] único grevista bom é, então, um grevista despedido, de preferência antes de chegar a pensar em fazer greve, porque isso já é, no fundo, uma […]

Responder a Alt Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.