O inefável Jorge

O inefável Jorge, o grande pedagogo, não pára de nos surpreender com a luz da suprema exegese, essa procura incessante e superlativa do verdadeiro sentido das palavras. Maxime, a sua interpretação decretória.

Valendo-se de uma hermenêutica inextricável, que, por definição, tanto pode ser o que não se pode separar, o que não se pode distinguir, o que não se pode desemaranhar ou ainda o que não se pode solucionar ou esclarecer, porque enredado, o mestre supremo da táctica, comentando o erro de Artur contra o FC Porto, declarou, irrevogável:

Quando os meus jogadores têm alguns problemas individuais, não os qualifico como um erro que posso corrigir logo depois do jogo.Imagem Ele está tranquilo. O Artur, pela qualidade que tem, tira-nos muitos golos em quase todos os domingos. Ele errou tecnicamente naquele lance. Os médios falham passes no meio campo mas um guarda-redes não pode errar uma vez. Faz parte da profissão dele”.

Ou seja, o erro não foi erro (foi um problema individual) porque Jesus já o corrigiu (como?) depois do jogo, e Artur está tranquilo porque só errou tecnicamente…

Agora entendo: o site da LPFP tentou apagar o erro de Artur, durante 30 segundos, no seu site, só que se enganou no resultado: ao colocar 3-2, sancionou o erro, deveria ter colocado 2-1, e mantê-lo. Assim, o Profeta lá vai continuar a pregar no deserto e a proclamar, sozinho: “O Artur tira-nos muitos golos em quase todos os domingos”. Ninguém compreende a genialidade! Medíocres!

Mas, havendo quem defenda que os génios devem ser humildes, poderemos esperar que Jesus, na sua suprema humildade, nos explique como Artur, quase todos os domingos, tira ao Benfica muitos golos?

Comments

  1. Joana Martins says:

    Estas crónicas começam a roçar o ridiculo, afinal o site é pra tratar de assuntos sérios, ou é pra tratar de bola?
    É que se for pra bola, não vale a pena passar por aqui, pra isso existem sites desportivos…

    • Nuno says:

      Pelo o que percebo, desde que comecei a acompanhar o aventar, cada blogger só escreve no aventar sobre assuntos sérios.
      E enquanto lhe derem oportunidade de comentar o post comente.
      Mas concordo consigo quando diz que este post em particular é ridículo.

      • Joana Martins says:

        É claro que o site e os bloggers constituintes deste site, tem toda a liberdade de escrever o que quiserem.
        Apenas acho que um site com a importância do Aventar, perde alguma qualidade quando passa a discutir assuntos fúteis, porque por este andar, qualquer dia anda-se a discutir quem é que merece ganhar a Casa dos Segredos.


  2. Todas as cartas de amor são
    Ridículas.
    Não seriam cartas de amor se não fossem
    Ridículas.
    Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
    Como as outras,
    Ridículas.
    As cartas de amor, se há amor,
    Têm de ser
    Ridículas.
    Mas, afinal,
    Só as criaturas que nunca escreveram
    Cartas de amor
    É que são
    Ridículas.
    Quem me dera no tempo em que escrevia
    Sem dar por isso
    Cartas de amor
    Ridículas.
    A verdade é que hoje
    As minhas memórias
    Dessas cartas de amor
    É que são
    Ridículas.
    (Todas as palavras esdrúxulas,
    Como os sentimentos esdrúxulos,
    São naturalmente
    Ridículas.)
    (Álvaro de Campos)

    … Aos costumes digo nada, cara Joana.
    Mas, por certo, umas sessões de ioga do riso farão bem a algumas pessoas.
    Ou ler “O nome da rosa” e concentrar-se no frade cego, o Frei Jorge, e a sua aversão ao riso, aristotélico ou bíblico.

    • Joana Martins says:

      Há coisas mais importantes do que bola, o problema do povo é que se distrai demais com bola, e poucos se preocupam com o estado do país.
      Enfim como referi, para comentadores desportivos existem outros sítios na Internet.
      A situação económica do país é demasiado grave, mas se preferir passar o tempo a discutir bola e a citar poesia, penso que este não é o sítio devidamente correcto (para discutir futebol). A verdade que quem perde (qualidade) é o site.


      • O Aventar tem 7 rubricas, a saber: Mundo, Sociedade, Educação, Economia, Desporto, Ciência, Cultura. A Joana pode escolher qualquer delas e só ler o que lhe interessa. Ora, se, por engano, “caiu” no desporto, só tem que mudar de “canal”. Simples.
        De facto, com tanta coisa séria para fazer e comentar, por que raio haveria de vir chatear-me, pobre plebeu que só gosta de bola?!
        Ou será que, mais prosaicamente, mexi em qualquer ferida escondida no seu recôndito encarnado?! Se foi, paciência.
        De qualquer forma, quando entro num restaurante, antes de me sentar à mesa, peço sempre o “menu”, para não ter que me levantar da mesa se não me agrada. Por melhores que sejam os acepipes!

        • Maquiavel says:

          Se tem só essas rubricas, a que propósito é que este artigo está no Aventar, já que devia ser arquivado em MEXERICOS?
          O artigo é ridículo, e as suas “desculpas” são… esdrúxulas!

        • Joana Martins says:

          A verdade é que o Feed, não selecciona categorias, ou seja (e caso não saiba), qualquer post que seja postado neste site vem directamente para o meu Feed, pois infelizmente não me é possível bloquear a área de Desporto.
          Apenas alertei porque ultimamente o que mais se fala é de bola, e como já disse, este nunca foi um site de dar importância a coisas tão desnecessárias para o nosso futuro como sociedade.
          Não se preocupe que não mexeu “em qualquer ferida escondida no seu recôndito encarnado”, como já referi, futebol nunca me encantou, é uma questão de estar atenta a assuntos importantes invés de estar distraída como metade da população.


          • Se estiver atenta aos feeds, verá que não escrevo só sobre desporto. Também o faço sobre coisas sérias, que também comento nos meus colegas aventadores.
            Em segundo lugar, o futebol não é o meu desporto de eleição: prefiro o desporto amador, aquele que tira dos vícios sociais muitos jovens. Pode ver!
            Terceiro, o lazer (o futebol só me serve para glosar) também faz parte da vida. Tem o seu lugar, como as coisas sérias. Como o riso.
            Ponto final.

          • Maquiavel says:

            O problema näo é o “feed” mostrar artigos sobre Desporto, é que metam como artigos sobre Desporto treta desta que säo mexericadas, seja sobre o JJ seja sobre o PdC seja sobre a PQP. O Xô Armindo näo entende a diferença entre “mexerico acerca de gente ligada ao desporto” e “desporto”? Entendesse!

  3. Armando Marques says:

    Oh Armindo, com essa prosápia toda “estás-t’ a pôr” a um nível um pouco abaixo do “Jorge”.
    As capacidades e limitações do Jorge Jesus todos nós conhecemos.
    E já agora o país não está para grandes discussões sobre hermenêuticas.

Responder a Armindo de Vasconcelos Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.