E Tudo Isto por 485 Euros!

Funções de intérprete em negócios com outros países (nomeadamente o irão) e relações publicas. Disponibilidade para longas viagens internacionais (periódicas) em representação da empresa. Trabalho de secretariado (gestão de encomendas). Trabalho de desalfandegamento de bens importados. Tradução de documentos para outras línguas. Atualização de informação diretamente em base de dados e paginas web. Tarefas contabilísticas. Facilidade de trabalho em ambientes linux, redes de comunicação, base de dados e web. Outras funções e tarefas:- nativo persa/farsi. Fluente em inglês, português. Conhecimentos avançados de alemão, espanhol, italiano e mandarim;- fácil acesso ao irão. Com habitação em teerão; – disponibilidade para viajar internacionalmente periodicamente;- contatos comprovados com empresas de peles, especiarias, material electrónico e informático;- conhecimentos de programação de aplicações (java, c, c#, vb), conhecimentos de base de dados (oracle, mysql, h2, monetdb, mongo), conhecimentos de design web (html, css3, ajax, jquery, php, photoshop, ai, fw), conhecimentos de redes de comunicação (tcp/ip, udp, voip, ipv4, ipv6);- conhecimentos de normas iso9000, iso9001 e sua implementação dentro da organização;- conhecimentos de linux (bash);- conhecimentos avançados de contabilidade a nível internacional.”

Salário: 485 euros. Menos era crime…

Comments

  1. António says:

    Oportunidade imperdível!
    Trabalho mesmo à imagem do Pedro, do Vitor, do Miguel e outros que tais…

  2. Ainda por cima com o aborto ortográfico. Para além de quererem explorar.

  3. “FÁCIL ACESSO AO IRÃO. COM HABITAÇÃO EM TEERÃO…” se o emprego se destinar a um iraniano, sabendo que o vencto médio, por aquelas bandas, se situa nos 135 €, poder-se-á dizer que é aceitável, não?

    • Mesmo no irão, alguém que consiga corresponder a toda essa parafernália de conhecimentos, capacidades, e funções, deve ter uma remuneração melhor que esses 485 euros.

    • Hugo says:

      Onde foi buscar essa dos 135 euros?

  4. José Pinto says:

    Será para contrabandear materiais sujeitos a embargo pelas sanções do programa nuclear? Para isso costumam pagar bem.

  5. André Moreira says:

    Só haveria mal se alguém realmente aceitasse a oferta, porque claramente por detrás desse anúncio de certeza que não há uma oferta de emprego. Há propaganda, mas contra isso não há nada a fazer.

  6. Hugo says:

    Isto só pode ter sido uma piada de alguém.

  7. joao riqueto says:

    A remessa (aquilo é um maná para o sr Gaspar!), vai quase nos três mil milhões. Não tarda, alguém deste governo irá pregar para os jovens desempregados que; “lá no deserto, existe um oásis, a terra da abundância, do leite e do mel, ouro e especiarias, onde reina o Prestes João das Índias”.

  8. Fernando says:

    É para verem, até os super heróis, sim, porque isto é uma vaga para um super humano claramente, são tão mal pagos… É a crise, é inevitável, não há alternativa.
    E se um indigente aguenta tanta agrura, um super herói terá que aguentar um salário mixuruca, ai aguenta, aguenta!

  9. EU ATÉ ACHO TUDO ISTO DEVERAS DIVERTIDO…

    E enquanto nós (quase todos) andamos entretidos a discutir salários (e outros privilégios) de 485€/mês, ou que um professor que ganhe +-1500€/mês é um privilegiado, ou um engenheiro que ganhe +-2250€/mês é outro privilegiado, ou um polícia que ganhe +-950€/mês é outro privilegiado, ou que um pescador que ganhe +- 750€/mês é outro privilegiado… etc etc… Os restantes dos “quase todos” (a sobra pequena) continuam a BOA VIDA! (fonte)… Mas também são eles os verdadeiros DONOS do Circo!

    E tudo isto é lindo de ser observado…
    Quando a dois de março deixo sugestões de locais de concentração em lisboa city!
    38.708196,-9.153519
    38.716160,-9.147553
    38.721802,-9.147618

Trackbacks

  1. […] de jeito? claro que foi, e muita ingenuidade. A de quem anda pelo meu bairro a tentar contratar um iraniano para traduzir sei lá que negócios com o Irão, quiçá coisas do urânio enriquecido, conforta-me […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.