Vamos dicionarizar Camilo Lourenço

basta+de+camilo+lourenco
Não é muito frequente nome próprio virar substantivo ou adjectivo, mas acontece; Miguel de Vasconcelos que o diga. Camilo Lourenço merece.

O Luís M. Jorge já nos legou uma primeira tentativa de sistematização do conceito de Camilo:

O mundo dos Camilos obedece a valores testados em séculos de miséria abjecta e desespero universal. Antigamente eram feitores e capatazes, hoje são jornalistas e lideres de opinião. Os Camilos Lourenços dão imenso jeito. Todos os ricos deviam ter um.

A mais recente aparição camilolourençiana (muito cuidado com o isolar do Camilo, não se ofenda o Castelo Branco) acrescenta a noção de ignorante e pregador da indigência cultural, essa salazarenta reaparição do culto das habilitações mínimas para que se obtenha a exploração salarial máxima.

Miguel Relvas, por exemplo, é um autêntico Camilo Lourenço camilourenço da política, e fico-me por aqui antes que resvale para o pleonasmo. No território educativo és um camilolourenço camilourenço substitui com vantagem o gasto e usado cábula, tal como de um curandeiro armado em médico alternativo se dirá com vantagem: eis um camilolourenço camilourenço da medicina.  Os exemplos, a utilidade e enriquecimento da língua portuguesa tendem para o infinito. Vamos a isto, a língua por enquanto ainda é nossa, e se alguém reclamar do neologismo, grandola-se para ficar sossegado.

Adenda: corrigido camilolourenço por camilourenço.

Comments

  1. José Leira says:

    Como é que pode haver gente a queixar-se do funcionamento do nosso sistema democrático se alguém é atacado desta forma apenas por ter uma opinião diferente da vossa? A opinião do homem é apenas isso – uma opinião – e mesmo assim perdem-se em perseguições e ataques pessoais somente porque alguém que não afina pela vossa cartilha ousou manifestar a sua opinião sem vos pedir autorização ou censura.

    Aprendam a tolerar a opinião dos outros. É a vossa própria opinião que está em risco.


    • A ignorância e o apelo à ignorância não se toleram: combatem-se com todas as armas possíveis. Não fosse o José Leira um camilourenço da História percebia porquê num instante.

      • Carlos Silva says:

        Eu até percebo o José Leiria, tal como percebo as críticas que este blog tem feito.
        É verdade que o Camilo Lourenço não é ninguém! Mas é realmente necessário estar constantemente a “bater no ceguinho”?!
        É preciso é dar menos importância aos ignorantes isso é que é preciso. Eu não tenho pena do Camilo, mas acho que há coisas mais importantes do que estar o dia todo a falar de um Zé-Ninguém. Não vamos conseguir mudar alguma coisa neste país, enquanto nos importarmos com o que é que os ignorantes dizem.
        Abraço

    • nightwishpt says:

      Ai, coitadinho do homem, é atacado e depois da merda toda que diz sobre a grande maioria dos portugueses, não aguenta.
      Azar. Que aguente. Os filhos da puta dos colaboracionistas fazem muito pior.


    • Acho que precisas de passar fome, e deixar de ver tantos programas com Camilos Lourenços na liderança. Ah, e talvez pensar. Mas como não passas de um seguidor manhoso deste governo, é um pouco difícil que isso aconteça. Já reparaste que já há imensa gente do PSD contra estas politicas e estes comentadores nazis de trazer por casa?! Por alguma coisa é, oh abutre Leira.


  2. O comentário do José Leiria parece saido do Book of Morons

  3. Fernando says:

    Camilo Lourenço e todos os outros clones dominam a “opinião pública”. Nunca há alternativas a estes tipos, e quando alguém diz alguma coisa fora da “esfera opinativa” dos “sérios e responsáveis” é automaticamente ostracizado, radicalizado ou feito parvo!
    Camilo Lourenço e os clones raramente são confrontados publicamente com quem os desafia intelectualmente, nos media estão sempre em pedestais, são uma espécie de mensageiros de Deus!
    O tom de Camilo Lourenço e dos clones é sempre de arrogância, paternalismo em relação aqueles que não estão no topo da hierarquia, e de completa subserviência às elites.

    Que se lixe o Camilo Lourenço e os clones, esta gente é mal-intencionada!

  4. Carlos Silva says:

    Gente eu estou de acordo com vocês, até porque está mais do que visto, para que é que o Camilo serve, e para quem é que ele trabalha.
    Mas eu pergunto-me, é necessário dar tanta importância a um abutre insignificante como este? Não!
    De gente ignorante está o mundo cheio, e alguém se preocupa com essa gente? Não!
    Hoje é o Camilo, para a semana será outro, e daqui a um mês será mais outro, e andamos a vida nisto de dar importância a otários como este.
    Os ignorantes não vão longe… mas aqueles que não dão importância a essa gente, e que fazem algo de bom para a evolução do mundo, esses sim vão.
    Abraço

  5. joaquim says:

    também acho q se está a falar demais do homem.

    falemos antes da herança do filho da puta de paris e dos órfãos q deixou q estão a salivar por meter outra vez a mão na massa.

  6. Maquiavel says:

    Os camilourenços são inúteis para a sociedade.

  7. WorldChange says:

    Desculpem, mas o Sr Leiria até tem a sua razão, tal como o Sr Lourenço.
    É pura verdade que se está a formar demasiados licenciados. Até aí não o porquê de tanta indignição.
    Por outro lado, é preciso que as pessoas olhem para o que se passa à sua volta, e perceba que o mundo não é dinheiro. Há muito mais vida para além desse objeto papelesco sem valor e crédito, excepto nas cabeças de muitas pessoas.

    É PRECISO ACABAR COM ESSA TRETA DAS FINANÇAS/DINHEIROS.


    • Pois há, claro que há, para que precisamos de licenciados se o que nos faltam são analfabetos. Infelizmente não vai encantar audiências com a sua pregação para todos os países da Europa que têm um número de licenciados muito superior, o que se compreende, porque tinha de viajar muito, são quase todos.

      • WorldChange says:

        Meu caro, até parece um político a falar. Só olha para estatísticas.

        Eu não sou contra as licenciaturas, bem pelo contrário. Mas é preciso compreender que se não há onde colocar tantos professores, por exemplo, então pra quê formar tantos?

        Por outro lado, nem todos os licenciados são tão inteligentes como se pensa. Alguns, nem apertar um parafuso sabem. Mas isso são outras conversas.

  8. eduardo soares says:

    Resta-nos o gozo, a pilhéria e sarcasmo queirosiano mas os calimos é que saem de bmw 720 qualquer coisa !!! Ah como sou (somos) invejosos …
    Como pode o país progredir com tamanha raiva por um iluminado como moslica ter anunciado um novo paradigma e ainda por cima sensacional !!!

  9. Hugo says:

    Não entendo o que se pretende conseguir, insultando as pessoas que têm opiniões contrárias. Nem me parece que seja credível uma argumentação baseada em “ele é ignorante e só diz coisas ignorantes, logo não merece réplica”.


  10. Morram os camilourenços, morram, pim!

  11. aosaparatchikstraidores says:

    o nivel das conversas, é bastante baixo..faz me lembrar a volumetria de palavras uniteis que o traidor alvaro cunhal e seus capos diziam nos comicios quando lavavam o cerbro aos jovems.. para criticares de quem fala de economia e quem tenta dar soluçoes outras que roubar o povo , nao passas do pobre leitor de camilo castelo branco pobre ou talvez rico apparatchik deste pobre portugal pilhado a começar pela ricos apparatchiks da nomenklatura cunhalenses que enriqueceram se com as quintas da reforma agraria, nao ves pa que serve a pa? e a piquereta que vendestes da cooperativa?
    olha para a fortuna do teu grande mestre para nao dizer grande traidor que deixou a filha que ainda ha poucos anos gozava dela na hollanda e hoje esta gozar la australia
    pobre trastre comunista..


    • Tristeza. Mais um fascista analfabeto.


      • Então o Álvaro Cunhal é que foi traidor. O João José Cardoso tem por aqui cada visita, mais insólita. Eu não sei como é que faz isso. Devem ter mel os seus textos.

        Os comunistas enriqueceram com a reforma agrária, outra pérola. O homem é realmente um ser “umano” extraordinário. Um homem como o Álvaro Cunhal que foi Comunista até morrer, esteve preso para que este badamerda pudesse falar, e tivesse Democracia que foi destruída desde 75, é um traidor. Enfim João José Cardoso, você tem com cada artolas a comentar que eu vou-lhe contar. Upa, upa, é uma capacidade política, intelectual e social destes comentadeiros. Uiii ainda estou a tentar interiorizar toda a informação adquirida.

        Cumprimentos.

Responder a Carlos Silva Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.