A Puta da Semântica

Desculpem, Esquerdóides, mas estou cansado dos vossos anúncios do fim do mundo e da vossa boca cheia de mortos: «o Governo está morto»; «o Presidente matou a esperança». Ide matar o caralho! Maldita semântica. De repente, os vossos comentadores descobrem que vão nus. Após a surpresa pelo discurso presidencial do dez de Julho, vêm os cromos Adão e Silva e os insuportáveis Pedro Marques Lopes, sempre os mesmos, sempre a mesma merda, encher de cínico e sonso ou de falsete e risonha histeria os ecrãs das TV, mostrando um desprezo pelas instituições lá, onde o Supremo Corrupto mereceu mesuras e deferência. Contra os ventos e marés da actual popularidade maravilhosa do Partido Socialista, o Presidente da República ousa não convocar eleições?! Toda a socialistice e a esquerdice dão tau-tau ao Presidente. Chamam-lhe Múmia, Estarola, Esfinge. O Presidente tem inimigos. Sócrates é inimigo mortal e mortífero do Presidente. O Presidente tenta sacudir a maledicência dos socratistas com a vingança de um aperto no torno de um dilema: respaldar ou não o caminho sob o Memorando até, pelo menos, Junho de 2014.

Quantos são os benfiquistas? Sete milhões? Pois agora os comentadeiros descobrem milhões de portugueses que querem eleições já: querem turbulência nos Mercados, já, fuga massiva de capitais, já. Pânico, já. Yields a 10 anos a rebentar a escala, já. O morador do Palácio das Leoneiras agudiza isto, calculadamente, mas está refém de si mesmo tal como nós somos velhos reféns da nossa própria estupidez eleitoral, diante do menu estúpido de candidatos medíocres à Magra Mesa Orçamental, Gorda para eles: quem elege duas vezes o Sumo Cretino Sócrates merece uma safra de problemas só possíveis no pântano da insuportável corrupção do Estado Português. Temos um Governo na plenitude de funções, o qual, “apenas” porque há 4,7 mil milhões em cortes permanentes a operar na Despesa do Estado, muitos, em matilha, declaram em decomposição, já cadáver, em agonia, morto: mas quem é que neste Putedo de Regime resplandece de vida?! O PCP, há 38 anos a pedir eleições antecipadas? O BE, repleto de floreados de estilo que fazem sorrir, como se sorri na Revista à Portuguesa, e zero soluções ou dinheiro? O PS, esse exemplo impoluto e competente?!

A crise política jamais se resolveria até Setembro, com eleições, e jamais se resolverá até Junho de 2014, pelo menos enquanto o Partido Socialista não cair na real: definir, preto no branco, o que urge fazer com o Memorando e com a Troyka. Cumprir ou engonhar. Passos quer cumprir. Seguro engonhar. A Esfinge de Belém, na sua insondável insondabilidade, não mata coisa nenhuma nos portugueses. Nem matou a esperança. Nem matou as possibilidades que a obsolescente Constituição do Escudo Contra o Euro tem para nos oferecer. Em Belém pode não morar um estadista, mas no Largo do Rato é que não há desse artigo. Nem em lado nenhum. Com excepção de Eanes, os Presidentes da República que tivemos não chegaram aos calcanhares de um Rei, mesmo medíocre. Hoje, tal como em 1870, é preciso pagar. Garantir aos credores que se paga. Salvar os dedos e pagar. Salvar o Euro. Poupar até à morte. Aguentar firmes a fome. Morder a raiva.

Comments

  1. afonso says:

    já tiraram o nobel ao Moniz?

  2. Bufarinheiro says:

    [D]efinir, preto no branco, o que urge fazer com o Memorando e com a Troyka?
    Que tal se os metesses no cu enquanto assobias aquela coisa da ponte do rio Kwai?

    • palavrossavrvs says:

      Boa ideia. Primeiro tu.

      • palavromerda says:

        boa ideia?
        mas com aquilo lá enfiado como é que vais escrever mais posts destes no Aventar??

        • palavrossavrvs says:

          Da mesma forma que tu com aquilo lá enfiado lês posts destes aqui.

          • anatomista says:

            mas eu a ler não preciso de cagar.
            já tu a escrever só deitas merda cá pra fora.
            vai passar a sair-te pela boca? ou se calhar já sai…

  3. Américo Tomate says:

    Pedro Marques Lopes “esquerdóide”. AHAHAHAHAHAHAHAHA.

    Este gajo perdeu contacto com a realidade.

    • luis says:

      Mesmo. Este “palavrossavrvs” fritou por completo

    • palavrossavrvs says:

      Não o considero de Esquerda: Marques Lopes é um ananás, um vírus socratista metido no comentário da SICN. DIzer que é social-democrata é só para enganar. Ri, dá gargalhadas, descose-se e descompõe-se na SICN, faz figuras horríveis em nome da treta e do caramelismo medíocre que “comenta”.

  4. Patolas says:

    Desculpem, FASCISTAS, mas estou cansado dos vossos anúncios do fim do mundo e da vossa boca cheia de mortos: «o Sócrates está morto»; «o Sócrates matou a esperança»; “O Sócrates Supremo Corrupto”. Ide matar o caralho! Ide TRABALHAR A SÉRIO! Maldita semântica.


  5. Esquerdóides esses? ahahahhahahahahahhahahahahahahhahahahahhhhhhhhhhahahahahahhhhhhhhhhhhhhhhhhahahahahah
    Raiva? Tens é medo! És borrado, ai o mercado… ai a banca… aiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiai que se eles nos ouvem aiaiaiiaiaiaiaia os mercados. deixem estes grandes estadistas continuar este grande trabalho de aumentar a dívida, o défice, a miséria, o desmprego, a fome.
    Queres é escravos, queres é outro tempo. 1870? não, vives numa cápsula do tempo bem mais feudal, onde tudo se encaixava e o pobre calava e o escravo trabalhava, para o senhor claro, para estes senhores claro. Estadistas, Portas e Coelho ahahahahahahahahahhahahahahahah E comparar o presidente a uma esfinge é errado, a uma múmia mais errado. Boliqueime está longe do Antigo Egipto.

  6. anon says:

    vai mas é trabalhar, boy laranjola sem escrupulos!

    • palavrossavrvs says:

      Tu também, xuxa sem vergonha.

      • ricciardi says:

        eu trabalho, contribuo para o meu país sair deste aperto. tu é que dizes que estás de papo pro ar há num sei quanto tempo… diz-me lá:
        és incapaz?
        és deficiente?
        qual é a tua desculpa para não trabalhares?

        • palavrossavrvs says:

          Não sou corrupto, socialista, ladrão, maçónico, sacristão de bancarrotas.

          • és um facho says:

            ora aqui está uma “boa” descrição de todos os trabalhadores deste país…
            a tua máscara começa a cair!

  7. ricciardi says:

    mas tu fazes alguma coisa da vida ou vives de subsidio?
    estes malandros pensam que os outros têm que trabalhar por eles…

    • palavrossavrvs says:

      Cuido dos meus pais e das minha filhas.

      • ricciardi says:

        isso é o que dizem todas as putas…

        • palavrossavrvs says:

          Você lá sabe.

          • ricciardi says:

            sei, sei. gente que só se preocupa com dinheiro, principalmente com o deles, é o que mais há por aí e “manjam-se” á distância.
            mas se fosses homem, procuravas uma actividade decente para pores comida no prato…
            mesmo que desse mais trabalho e pagasse pior, acredita que te sentias melhor á noite. ou pelo menos não sentias aquela dor no traseiro…

      • Amadeu says:

        Chulas os teus pais e a tua mulher, queres tu dizer.

  8. João Paz says:

    Sabe que perdeu toda a razão possível, passa ao insulto puro e duro. Pobre palavros que cada dias está mais desatinado. Quem insiste em defender os traidores e coveiros do país só pode dar nisto.

    • palavrossavrvs says:

      Não é insulto. É estilo. Os meus melhores amigos são ultra-republicanos e socialistas retintos. Os meus melhores amigos pensam o contrário do que eu penso. E somos amigos.

      • é engraçado porque é verdade says:

        tu achas que eles são teus amigos. mas eles não te suportam…

      • amigo da alheñar says:

        é pá, e esse amigos socialistas ainda não te arranjaram emprego?
        será que acham que tu és um caso perdido de incompetência e falta de seriedade?

  9. P. Coelho says:

    eu gostava muito de o encontrar cara-a-cara um dia destes….

    • palavrossavrvs says:

      Argumente. Não ameace. Isto não é uma colónia bloquista. Ainda é um espaço de pluralismo, onde ninguém ameaça fisicamente ninguém. Só animais revolucionários pré-históricos.

      • P. Coelho says:

        ameaças? onde?
        só quiz dizer que aquilo que você escreve sobre os trabalhadores deste país nunca teria coragem de dizer na cara de um deles…
        mas a histeria dos laranjolas é muita, o medo ainda é maior e intolerância começa a escorrer por todos os poros.
        nós percebemos que tenham medo de sair á rua, oh se percebemos

  10. Dora says:

    Florbela Espanca, palavrossaurius! Não É o Pessoa.

    És tu e a Sãozinha Esteves.

  11. Dora says:

    Ai, que já Bocage não sou!

    • palavrossavrvs says:

      Não pensar à Bloqueio de Esquerda dá direito a quê? A maus-tratos, insultos e leituras compulsivas, é? Vai até à praia, Dora.

      • vaitembora says:

        encosta a tua cabecinha no meu ombro e choooooora….

      • Dora says:

        palavrossaurius,

        Só te disse que os versos “e se um dia hei de ser pó cinza e nada…..”, não foram escritos pelo F Pessoa, mas sim pela Florbela Espanca.

        Toma lá esta coisa bonita para ouvires e te acalmares: Amar! por Teresa Silva de Carvalho. Coisa bonita!

  12. alcoviteiro says:

    Mais uma dose de peixe caracol meio demolhado


  13. Amigo palavros reconheço que costuma fazer comentários como pessoa bem informada
    mas creio que desta vez se excedeu , pois que até os de direita e os apoiantes deste Governo o criticam , bem como ao Presidente da República que não presta para nada ,
    não vele mesmo nada . é interesseiro , cínico , o maior oportunista e golpista que já vi
    em política , não se esqueça que está falar com o indivíduo que mais o apoiou no tem-
    po do cavaquismo e nessa época já destacadas figuras do PSD me diziam que não merecia o meu enorme esforço , pois fui autor de campanhas que nunca mais se fi-
    zeram numa zona dominada por comunistas . Campanhas que ainda hoje são faladas
    e muitas vezes ainda sou atacado como se tivesse culpa da actual situação, quando deixei de votar há mais de 20 anos , quando concluí definitivamente que o cavaco era ingrato e só defendia os grandes interesses e a corrupção na Banca , tal e qual como hoje .

    DEIXARAM-ME NA MISÉRIA , PERSEGUIRAM-ME E AINDA ME PERSEGUEM PORQUE
    NÃO GOSTAM DE OUVIR AS VERDADES E EU NUNCA FUI YES MAN .

    O PSD e o Cavaco devem-me milhares de contos que nunca me pagaram , nem agra-
    deceram , caso que vou pôr em Tribunal , para ficar pelo menos na história .

    Este Governo não presta e em nada difere do CORRUPTO e depravado Socartes .

    Já devia ter sido demitido e deviam ser julgados por uma justiça justa , onde todos os
    responsáveis pela desgraça deste País e deste Povo deviam ser sentados no mocho .

    Creio que desta vez foi infeliz , defendendo o indefensável .

    Este governo está mesmo moribundo e tem patrocinado os mais indecentes actos em
    política . .

    • palavrossavrvs says:

      Concordo. Mas depois é o vazio e o risco do regresso da gente magnífica do PS. NUNCA! Transformar Portugal numa Venezuela do Euro? NUNCA. Converter Portugal num País de Brincadeira como a Guiné Bissau dentro do Euro, dentro da Europa? NUNCA.

      Na perspectiva de que a seguir é o horror é que vale a pena apoiar os ultra-troykanos.

      • nightwishpt says:

        Fazias bem em tentar fazer o impossível e dizer em que é que este governo é diferente.
        Mas não dá, a mão da banca está tão enfiada no traseiro desta gente que só se fosse para rir.

      • makarana says:

        Mas depois é o vazio e o risco do regresso da gente magnífica do PS. NUNCA! Transformar Portugal numa Venezuela do Euro”
        É a mesma coisa do que querer o atual governo e o atual partido no poder joaquim.E você , refém da sua ideologia de direita liberal e conservadora, não consegue perceber isso.Que PSD ou PS são a mesma porcaria.Estar um ou estar outro não faz diferença

  14. Dora says:

    Não estarás a pensar nos Moicanos em vez dos Troykanos?

    Andas a baralhar tudo.

  15. Carlos C. says:

    O problema principal não é o partido A ou partido B. Pensem, o principal problema deste país são as pessoas, tradicionalmente incultas, politicamente falando claro, que depois se traduz tipo num amor/ódio nas eleições, assim como também o “amor à camisola” com que se vota. Este país sofre de um enorme défice de cidadania, de intervenção na sociedade, deixando por isso que os políticos ajam a seu belo prazer, hipotecando grande parte das vezes as gerações vindouras.
    Eu penso que, em primeiro lugar, todos devíamos passar a mão na consciência e tentar recordar o nosso passado mais recente, recordar quem tem governado este país, recordar as altíssimas taxas de abstenção. Em segundo lugar é necessário derrubar esta constituição para que o sistema político vigente desapareça sem deixar rasto, sendo que na minha modesta opinião um sistema politico assente na democracia directa e participativa seria o mais adequado neste momento.

    Em termos políticos assumo-me como libertário, sendo socialmente anarquista, por isso estou á vontade em dizer que nenhum partido me serve.

    Por último, gostava de deixar uma última palavra. O espelho fidedigno das pessoas que constituem este magnifico país, está nos comentários a este post. É duma tristeza imensurável. Assim é impossível um país evoluir, se desenvolver, onde as pessoas constantemente se atacam. Não existe diálogo construtivo e sendo assim, que esperam vocês do futuro?

Responder a nightwishpt Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.