A confraria infanto-juvenil do vinho do Dão

confraria vinho dao

A notícia saiu no Diário de Viseu. Os infantes entre os 7 e os 12 anos vão ter a sua confraria do tintol. Suponho que aos petizes estão destinados, numa primeira fase, brindes com groselha ou sumo de morango, embora esta suposição comece a ser arriscada e o escalão seguinte, dos 12 em diante, certamente já pode gritar vai acima, vai abaixo, para gáudio da populaça.

Portugal é um dos países do mundo onde mais se morre com álcool, ou pelo álcool.

Mas o vinho faz parte da identidade nacional salazarista, já deu de comer a 1 milhão de portugueses; as sopas de cavalo cansado lá foram abandonando a dieta matinal da pequenada mas a nossa droga oficial soma e segue, não seja ela um dos símbolos fundadores do nosso cristianismo, haja negócio.

A iniciativa é da Câmara Municipal de Viseu, a qual em breve será gestora de todas as escolas do município.

E não digo mais nada, ou quase mais nada: um pipo cheio pelos cornos abaixo do filhodaputa que teve a ideia era pouco. Espero que tenha filhos, e um morra na estrada atropelado por um bêbado, a morte de um filho é a dor maior. Era só isto.

Comments

  1. Rui Esteves says:

    Subscrevo vivamente o pipo cheio pelos cornos abaixo do filhodaputa mas já não vou tão longe na punição do presumível filho do fdp. É que o rapaz não tem culpa de ser filho de um javardo.


  2. “um pipo cheio pelos cornos abaixo do filhodaputa que teve a ideia era pouco. Espero que tenha filhos, e um morra na estrada atropelado por um bêbado, a morte de um filho é a dor maior.”
    Pois, por mais que me custe, concordo inteira e entusiasticamente. Lamento a sorte do pobre rapaz mas, para ser filho dum porco, “antes a morte que tal sorte”!
    Mas quem foi o animal irracional que se lembrou de tal alarvidade?
    Assim não admira que frequentem touradas, a escola seja “uma seca”, torçam pelo imbecil que diz que joga futebol mas passa o tempo a promover camisas e cuecas e, mais tarde, venham a votar nos partidos do “arco da desgovernação”.
    Merda de país e merda de gente!
    Precisa-se urgentemente de um novo povo!


  3. Reblogged this on primeiro ciclo.


  4. Talvez seja pelo melhor, beber para esquecer…


  5. Na emenda da mão ficou o tinto escondido com o rabo de fora http://gamvis.blogspot.pt/2014/11/tinto-escondido-com-rabo-de-fora.html

Trackbacks


  1. […] lá muito bem! Se a Holanda pode, porque não havemos também nós de poder? Afinal de contas, vivemos no país onde acabou de nascer uma pioneira confraria infanto-juvenil dedicada a uma das dro…. Mais droga, menos […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.