Coisas que me ocorrem às 3 da manhã

Sabem o que é irónico? Irónico é pensar que ao longo dos anos, Oeiras tornou-se no alvo das piadas de humoristas, comentadores políticos, analistas e afins que abertamente criticavam ou gozavam com os eleitores do concelho que repetidamente votaram em Isaltino e nos seus sucessores. Irónico é perceber que não vimos nem metade das piadas, dos comentários sarcásticos, dos artigos tipo, “oh meu deus o povo é tão estúpido” quando Soares abraçou Isaltino e disse para toda a gente ouvir que o que lhe aconteceu foi uma injustiça. Não me lixem. A elite política de Soares a Portas (nem venham com a história dos partidos que não há paciência) e uma parte da elite “intelectual” portuguesa funcionam dentro da ideia de que há uma justiça para uns e uma justiça para outros. Funcionam assim porque no fundo, o povo, como os eleitores de Oeiras, eram ignorantes e atrasados enquanto Soares é o pai de Democracia e um iluminado que nós temos no mínimo de “respeitar”. A relação das classes “pensantes”, políticas, académicas, literárias etc. com o povo sempre foi má porque o “povo”- essa massa homogénea de pessoas que vota no Isaltino e vai aos saldos ao Pingo Doce no 1 de Maio – desaponta. Mas o povo também são eles.

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Excelente artigo que põe o dedo na verdadeira ferida da democracia portuguesa, um sistema governado e votado por pessoas que são democratas à 2ª, 4ª e sexta e “democratas” à terça, quinta e sábado e que ao domingo, vão aos saldos ao Pingo Doce. Como George Orwell diz: “Os democratas e os corruptos são todos iguais. Mas uns, são mais iguais que outros”.


  2. A descriminação, a prepotência, a mentira, etc., são uma parte do funcionamento de uma sociedade, então porque aceitar que a “justiça” está isenta desses mecanismos? Por ser um grupo fechado de “puristas” ou de “justicialistas” e assim sendo não será um potencial perigo para a sociedade a quem devemos pedir explicações?

  3. orquídea says:

    É isso mesmo ” os democratas e os corruptos são todos iguais” e mais, defendem-se uns aos outros com unhas e dentes. Pois! têm todos as mesmas telhas de vidro. A prepotência assume –se e faz-se representar. Tem cabeça e vários rostos. Clamam justiça apenas para os que vão aos saldos ao Pingo Doce. Os que não vão aos saldos usufruem da miséria alheia.

  4. Força Emergente says:

    quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

    Soares cada vez mais perto da irmã Lúcia

  5. Marquês Barão says:

    Cá por mim chega de tempo de antena para o presidiário Sócrates. Vou tentar resistir á tentação de lhe dar mais confiança. Aguardar que a justiça seja exemplar, nada me admirando que para já esteja a aquecer o lugar na prisão para continuação atrás das grades da boa disposição apregoada. As consequências políticas mais que aos profissionais da dita atados de pés e mãos , cabem-me como cidadão na parte que me toca, com total autonomia sem sujeição a obediências beatas de capelinha. Ala que se faz tarde.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.