VEM para onde?

Lomba

Foto@Arrastão

Há umas semanas atrás,  o Secretário de Estado dos saudosos briefings veio apresentar o programa VEM, programa que pretende atrair meia dúzia (vá lá, 40 ou 50, estava a ser mauzinho) de emigrantes da vaga passista que, formados e bem preparados, não tiveram alternativa que não fosse seguir o conselho de Pedro Passos Coelho e abandonar o país. Importa frisar que, a julgar pelas palavras de Pedro Lomba, esta medida atingirá cerca de 0,02% do total de emigrados durante a era Passos Coelho. Não havia memória de tamanho altruísmo.

Desengane-se quem pensa que o quase irrelevante alcance desta medida a retira do radar do eleitoralismo pré-Legislativas, cuja oleada máquina está já em funcionamento. Num país onde muitos se limitam a ler cabeçalhos e rodapés, esta medida é já percepcionada por outros tantos como um enorme estímulo ao regresso das centenas de milhares de emigrantes forçados que este governo empurrou para fora do país. Mas não, são entre 40 e 50 pessoas. A migalha de uma migalha.

Entretanto, Passos Coelho veio na semana passada dizer ao país que

Se tivemos durante muitos anos jovens que não encontraram em Portugal as oportunidades adequadas temos hoje, cada vez mais, jovens que encontram oportunidades cá e que entendem que Portugal pode ser um bom destino até para jovens de outras nacionalidades.

Contudo, o INE voltou ontem a pronunciar-se sobre os números do desemprego. Após rever os números de Janeiro, o instituto revela que o desemprego aumentou para os 13,8% (em Dezembro situou-se nos 13,6%), a que se seguiu novo aumento em Fevereiro, para os 14,1%. Quer isto dizer que, ao que tudo indica, as oportunidades referidas pelo primeiro-ministro parecem estar novamente a diminuir. É melhor mandar criar mais uns estágios que a coisa está outra vez difícil de mascarar. Com jeito não VEM ninguém…

Comments


  1. Mas ainda alguém acredita nestes trafulhas? Ganharam as eleições a mentir e a enganar os portugueses e persistem nesta artimanha. Claro, que se pode esperar dum governo cujo 1º Ministro foge ao fisco e se evade das contribuições à Segurança Social? Nada, só intrujice….

  2. joão bentes says:

    mas há muitos a VIREM-SE.

  3. Paulo says:

    Caríssimo tudo bem!…mas centenas de milhar, certo?!!!

Trackbacks


  1. […] do PSD, que longe de se estar a lixar para as eleições se vai desdobrando entre anúncios de programas de impacto residual (mas muito interessantes no que à propaganda diz respeito), operações de charme junto de […]


  2. […] por iludir os portugueses, recorrendo a números fraudulentos e programas eleitoralistas como o VEM e o REACTIVAR, mas a realidade é que há cada vez menos futuro neste país. A novilíngua […]


  3. […] e restante tropa que fez o que pôde para expulsar a piegada toda daqui para fora. Já agora, aquela treta eleitoral do programa VEM, chegou a dar em alguma coisa ou confirmaram-se as previsões e não passava mesmo de propaganda […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.