11 comentários em “Sobre a infinidade da estupidez humana”

  1. Eu já não me surpreendo com a imbecilidade humana. Por alguma coisa este desgoverno ganhou eleições…

    1. O povo é todo ele estúpido e imbecil porque vota em quem não deve. Sendo assim as ditaduras são melhor sistema que as democracias. Foi isto que quis dizer Carvalho não sei quantas Folha, ou entendi mal?

      1. Claro que entendeu mal. O que não me surpreende, já que você deve ser um dos imbecis que votou na merda que nos desgoverna. É pena que não o enrrabem apenas a si, já que eu e tantos outros não temos culpa nenhuma. Você deve gostar.

        1. Confirma-se a suspeita. Você está do lado dos fascistas salazaristas, que entendem que o povo é imbecil demais para votar, e ainda por cima revela-se homofóbico.

          1. Por respeito aos autores do blogue, não lhe respondo ao nível que você mereceria. Mas não me entenda mal: por imbecis da sua espécie não tenho respeito nenhum.

    2. O problema não são aqueles que votam neste governo, que estão no seu direito de o fazer. O problema são aqueles que protestam todos os dias e depois se abstêm de votar e permitem que Cavacos e afins sejam eleitos por uma minoria organizada composta por partidos políticos e respectivas redes de influência.

Responder a Isabel Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.