A Goldman Sachs e os Panama Papers


um interessante artigo da Wikipédia  a partir do qual se fica a saber que a Goldman Sachs é um dos proprietários do jornal alemão responsável pela divulgação dos Panama Papers.

Objectivamente, o assunto já serviu, em Portugal, para causar danos irreparáveis numa das poucas empresas nacionais, Bial, com capacidade para competir a nível global na sua área de actividade. Talvez nos lembremos disso da próxima vez que, por causa de uma qualquer infecção, tivermos que tomar um derivado da Penicilina.

Comments

  1. Martinhopm says:

    Ou seja, está tudo minado? Não podemos ter confiança nem em nada nem em ninguèm? O capital financeiro tudo comanda?

  2. Eu creio que os Panama Papers não envolvem a Bial, mas apenas Luis Portela e seus familiares. Há sempre uma teoria da conspiração quando aparecem factos inconvenientes. O MP que averigue!!!

  3. Ana Moreno says:

    Mas o que se pretende dizer aqui? Que os Panama Papers não deviam ter sido publicados ??????

    • Bruno Santos says:

      Cara leitora, o que se pretende dizer é exactamente o que está escrito. As conclusões são da responsabilidade de cada um.
      Cumprimentos,
      Bruno Santos

      • Ana Moreno says:

        Caro autor, se se trata apenas de informação, devo proceder à seguinte correção: o que o dito artigo da wikipedia diz, é que quatro investidores financeiros, entre os quais a Goldman Sachs, estavam interessados na compra do jornal; mas a proposta não foi aceite pelos proprietários que tinham o direito de veto, nomeadamente, Südwestdeutsche Medienholding (SWMH) e pela família Friedmann e o jornal acabou por ficar em 81,25% na mão da SWMH e os restantes 18,75% nessa família de editores alemã. A Goldman Sachs NÃO é proprietária da Süddeutschezeitung, antes pelo contrário, esse financiamento foi recusado.
        É bom não se deixar cair na propaganda de Putin – tão pouco na de Obama e co., lógico -. Neste caso, a afirmação está simplesmente errada – e para quê?
        É que já basta de confusão e dificuldade de acreditar em algo nesta rebaldaria em que vivemos, ao menos quando há pequenos êxitos, saibamos reconhecê-los.
        Cumprimentos!

        • Bruno Santos says:

          Como poderá verificar, o artigo da Wikipédia foi, de ontem para hoje, alterado:

          “Süddeutscher Verlag
          382 BYTES ADDED, 13 HOURS AGO
          As the Focus article clearly states, this was a POTENTIAL (“WOLLEN” (want), not “HAVE BOUGHT”) buyer at that time. The article does not state the deal ACTUALLY happened (which it never did, see next ref)
          Four of the five associate families (Dürrmeier, Goldschagg, Schwingenstein and Seidlein) finally agreed, after years of speculation, to sell their shares totaling 62.5% in 2007. Prospective buyers that came forth were [[M. DuMont Schauberg]] based in [[Cologne]] ([[Frankfurter Rundschau]], [[Kölner Stadt-Anzeiger]]), the [[Funke Mediengruppe]] based in [[Essen]] ([[Westdeutsche Allgemeine Zeitung]]), the [[Holtzbrinck Publishing Group]] based in [[Stuttgart]] ([[Der Tagesspiegel]], [[Die Zeit]]) as well as four financial investors, [[Goldman Sachs]], [[Apax Partners]], [[Veronis Suhler Stevenson]] und [[3i]].{{cite web | url=http://www.tagesspiegel.de/medien/verlagsverkauf-der-grosse-preis/1089658.html | title=Der große Preis | author=Sonja Pohlmann | date=8 November 2007 | website= | publisher=Der Tagesspiegel | language=German | accessdate=20 January 2016}} The SWMH with 18.75 percent held a [[right of first refusal]] and the shareholder family of John Friedmann ([[Abendzeitung]]) was against the sale to investors. On 21 December 2007, the sale was announced with the shares going to the SWMH. Increasing their total stakes to 81.25% effective as of 29 February 2008.{{cite web | url=http://www.faz.net/aktuell/wirtschaft/fuer-mehr-als-eine-halbe-milliarde-euro-sueddeutsche-geht-an-medienholding-1488131.html | title= “Süddeutsche” geht an Medienholding | author= | date=21 December 2007 | website= | publisher=Frankfurter Allgemeine | language=German | accessdate=20 January 2016}}

          According to information in the news magazine [[Focus (German magazine)|Focus]], in addition to the SWMH (with its largest shareholders ”Medien Union” and ”Gruppe Württembergischer Verleger”) theanother purchasepotential alsobuyer involvedhad been also the Stuttgarter publisher [[Dieter von Holtzbrinck]], with support from the investment house Goldman Sachs.{{cite web | url=http://www.focus.de/kultur/medien/medien-allianz-schaub-und-dieter-von-holtzbrinck-wollen-die-sueddeutsche_aid_231297.html | title=Schaub und Dieter von Holtzbrinck wollen die “Süddeutsche” | author=Günther Bär | date=22 December 2007 | website= | publisher=FOCUS | language=German | accessdate=20 January 2016}} A deal, however, never materialised.{{cite web | url=http://www.spiegel.de/politik/ausland/wladimir-putin-bezeichnet-sueddeutsche-zeitung-als-us-werkzeug-a-1087298.html | title= “Süddeutsche Zeitung” im Kreml-Feuer: Putins Presselüge | author=Benjamin Bidder | date=14 April 2016 | website= | publisher=Spiegel | language=German | accessdate=14 April 2016}}”

  4. Ana Moreno says:

    É confuso seguir todas as suas referências mas a conclusão que aqui interessa é que a Goldman Sachs não tem acções do jornal Süddeutsche Zeitung. Ou seja, a suposição de que haveria aqui um indício de influências brumosas não se confirma. A tendência para julgar acontecimentos apenas ou primordialmente na lógica dos blocos, seja de um, ou de outro, é falaciosa.
    P.S. notícia de última hora: porta-voz de Putin apresenta desculpas à Süddeutsche Zeitung pela informação incorrecta. http://sz.de/1.2951244

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s