Brexit


É claro que quase ninguém conhece antecipadamente o resultado de uma votação. Mas mais claro ainda é que jamais, em circunstância alguma, o Império Britânico decidiria por referendo qualquer questão política determinante para a sua própria estabilidade.

Comments

  1. Acácio Bernardo says:

    Por uma vez concordo! E já agora por cá também se aplica a mesma regra. Na Grécia também já vimos que foi assim. Referendos apenas para questões que não toquem no dinheiro dos grandes.

    • Rui Silva says:

      Essa seria muito boa, referendos para “tocar” nos dinheiros dos outros…
      Se houvesse um referendo para distribuir o dinheiro dos outros eu queria saber se era dos que recebia ou dos que pagava e na posse desse resultado , decidia o meu voto.

      Rui Silva

  2. Konigvs says:

    Só tenho uma observação porque o refendo inglês é tema que não me interessa para nada.
    Um grande país europeu vai HOJE, quinta-feira, a votos, num referendo que pode de facto mudar a vida futura do país. A minha pergunta é: por que diabo as eleições em Portugal são SEMPRE ao domingo?
    Por que têm as pessoas de abdicar de um dia de descanso semanal, muitas vezes alterando os seus planos e da família, para se deslocar, muitas vezes dezenas (quando não são centenas) de quilómetros a uma urna de voto? Por que é que o dia das eleições não é SEMPRE a um dia de semana?
    – Será que é para alimentar toda aquela corja dos partidos, que ficam ali, um domingo inteiro a ganhar 50€ (antes eram 70) e ainda têm direito ao dia seguinte em casa???
    É que se fosse a um dia de semana, existem funcionários públicos que poderiam fazer muito bem esse trabalho, não gastando o Estado um cêntimo com as eleições, mas assim, sempre que há eleições gastam-se mais de 15 milhões de euros!!!
    Assim de repente, a mim parece-me que as eleições portuguesas andam a viver acima das nossas possibilidades.

    • Nightwish says:

      Porque sendo ao Domingo não é preciso pedir ao patrão se nos deixa ir votar, coisa que se calhar só deixa se pedirmos recibo.

    • Rui Silva says:

      Desde que esse dia não tivesse de ser pago pelas entidades empregadoras tudo bem, caso contrário , porque é que estas teriam de assumir um dia de inactividade dos seus colaboradores ?

      Rui SIlva

  3. Um pouco como a própria UE.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s