Câmara do Porto usa “sem abrigo” para promover o turismo

img_4286

A Câmara do Porto vai distribuir máquinas fotográficas descartáveis aos “sem abrigo” da cidade. O objectivo declarado pela autarquia é estimulá-los a participar numa espécie de concurso fotográfico, com fins turísticos, presumindo-se que o original hábito que estas pessoas têm de dormir ao relento seja garantia de excelentes instantâneos sobre a “pele” da cidade, para inglês ver e agente turístico lucrar.

Não espera, a Câmara do Porto, pagar pelo serviço, a não ser, talvez, com uma sopa reforçada e a publicação das imagens num site de vendas, prémio que é suposto encher o ego dos tais “sem abrigo”, elevados, nesta iniciativa, à condição de artistas de rua e objectos de atracção turística.

À falta de capacidade, e vontade, para corrigir uma injustiça social vergonhosa, instrumentaliza-se a miséria humana e coloca-se a segregação social ao serviço do comércio, numa iniciativa que diz tudo sobre as prioridades de uma cidade cada vez mais longe de si própria.

Comments

  1. Agostinho Miguel says:

    No fundo, é este o estado da maioria do povo português, o português que trabalha para dar o melhor aos filhos e não aqueles que vivem precisamente da exploração e julgam ficar arruinados se aumentarem um trabalhador 0,50€ por dia.

  2. Nascimento says:

    E a merda do CPF alinha nesta vergonha. Cambada de nojos que comem em marmitas do poder como uns rafeiros!E dizem que são “artistas”…. do Olhar!!!Vao ser eles os júris!!! Ate aposto!A CMP paga o almocinho ou a jantarada aos intelectuais de imagem😜😜😜😜!que putedo!

  3. JgMenos says:

    Sem- abrigo serve para representar a miséria do país.
    Abandono é tolerado, qualquer outra utilização é abuso!.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.