O autarca mais honesto do mundo


O saudoso Dr. Cavaco Silva, ex-presidente da República, achava-se uma pessoa de tal modo honesta, que dizia ser necessário nascer duas vezes para ser tão honesto quanto ele. Conta-se que o Dr. Dias Loureiro vai na sua 324ª reencarnação e que o Dr. Duarte Lima partiu o eixo da Roda da Fortuna em busca da probidade, estando os anjos do Samsara aguardando por peças mecânicas em titânio que hão-de vir da constelação de Orion, para que o Dr. Lima possa dar continuidade à sua perpétua produção de avatares. É sabido, também, que o Dr. Cavaco Silva nunca se enganava, mas certamente não conheceu o actual presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vitor Rodrigues, um Autarca que não é uma, nem duas, mas três vezes honesto.

Honesto uma vez porque aceitou o convite do FC Porto para ser Administrador não-executivo da SAD azul e branca, não vendo nisso qualquer incompatibilidade com o cargo de Presidente da Câmara de Gaia, cidade onde o mesmo FC Porto, por acaso, tem o seu Centro de Estágios e onde há milhares de cidadãos adeptos de outros clubes. Entre esses outros clubes está um que é o Clube de Futebol de Oliveira do Douroa cujo Conselho Fiscal Eduardo Vítor Rodrigues preside, conforme se pode ler na página do próprio clube que financiou, enquanto Presidente da Câmara, com centenas de milhares de euros de fundos públicos, segundo também informa a autarquia.

Honesto duas vezes porque, afinal, acabou por recusar in extremis o tal convite – para Administrador não executivo da SAD portista – depois de a CCDR-N dar a conhecer um parecer jurídico que o impedia de o aceitar, sob pena de perder o seu mandato na Autarquia. Aliás, não está ainda esclarecido a que título e a pedido de quem a CCDR-N emitiu parecer sobre este assunto, uma vez que se tratou de um convite privado, entre uma empresa privada e um cidadão. Tudo isto já depois de o presidente da Câmara de Gaia ter sido acusado, escandalosamente, de “total falta de decência” e de “promiscuidade, com todas as letras” pelo líder da oposição em Gaia. Nesta ocasião, Eduardo Vítor Rodrigues não só foi tremendamente honesto, como foi competente e previdente, como aliás se nota e se espera do Presidente de uma das maiores Câmaras do país, que oferece vouchers a padres e a presidentes de junta, comprados, segundo afirma a imprensa, por ajuste directo de 9.300,00 euros a uma agência de viagens, por coincidência, alegadamente pertencente ao FC Porto, para irem a Londres assistir a uma partida de futebol. Tudo isto numa Câmara que ainda há pouco tempo estava sob ameaça de ruptura financeira e captura pelo Fundo de Apoio Municipal, a famigerada Troika dos municípios.

Desconhece-se ainda, é verdade, a opinião da CCDR-N sobre a presença do presidente da Câmara de Gaia no Conselho Fiscal de um clube que a própria Câmara financia, mas aguardemos serenamente por esse parecer, o qual, certamente, não deixará de sublinhar a grande honestidade da acumulação de funções.

 

Finalmente, três vezes honestoporque os ajustes directos que tem feito enquanto Presidente da Câmara de Gaia, totalizando actualmente 169.350,00 euros, a um escritório de advogados de que é sócio o Dr. Adelino Caldeira, que, por acaso, é Administrador da SAD do FC Porto, foram certamente realizados com total transparência e honestidade, em defesa dos superiores interesses do Município e dos seus contribuintes, não podendo ser estabelecida qualquer relação de causa e efeito entre esses ajustes directos e o convite para a administração da SAD portista.

Começa, assim, a fazer algum sentido a Medalha Municipal de Mérito Profissional, Grau Ouro, que o presidente da Câmara de Gaia entregou ao Dr. Marco António Costa, político que geriu certamente com toda a honestidade as finanças da Autarquia, apesar dos juízos de censura do Tribunal de Contas e das acusações de que foi alvo por parte do próprio Eduardo Vítor Rodrigues, que o terá mesmo processado judicialmente.

Na verdade, é um gosto viver numa terra de gente tão séria.

Comments

  1. Ana A. says:

    Credo!!
    Portugal é um país pequenito! Gaia ainda mais! Estas relações serão só pura coincidência. É como os casamentos entre primos nas aldeias, é só porque há poucos forasteiros!

  2. Manuel Silva says:

    Ó Bruno, você tem mesmo a mania da perseguição ao homem.
    Deixe-o trabalhar (onde é que eu já ouvi isto? Depois apareceram os Dias Loureiros e os Duartes Limas … a trabalhar muuuuuuiiiiiitooooo…
    Que o trabalho do homem só pode ser para o bem da pátria.
    E sempre dinamiza a economia.

  3. anti-pafioso diabrete . says:

    Não me lembro de a caranguejola PSD/CDS falar disto .será porque o MAC tambem come ?

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s