A “Mindfulness” do Primeiro-Ministro de Portugal

ac_mf

A pressão arterial do Primeiro-Ministro manteve-se inalterável em face do Tigre (de papel). António Costa é muito forte e será muito útil a Portugal e ao mundo nos próximos anos. Depois será o que quiser. Talvez até um Rei pobre.

Comments

  1. Ana Moreno says:

    A. Costa teve um desempenho admirável: competente, claro, sereno, sem ataques baratos à oposição, centrado nos resultados já alcançados pelo seu governo; um tipo de discurso superior e raro em Portugal (e não só); ao contrário, os incompetentes jornalistas que tanto se esforçaram e desesperaram por encontrar o cabelo na sopa, nem sequer se prepararam adequadamente para o conteúdo da entrevista, de tão centrados no nível meta.

  2. Paulo Só says:

    Ele representa certamente umas das poucas luzes que vemos pela frente. Espero que não se canse de tentar dar alguma perspectiva aos portugueses.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.