Marco António Costa avisa: vem aí batota!

O Dr. Marco António Costa exprimiu ontem, na comunicação social, a sua preocupação com a “batota pré-eleitoral” que o governo do Partido Socialista estaria a preparar.
Diz o vice-presidente do PSD que “vai ser o vale tudo”, dando como exemplo o que classifica como um “favorecimento vergonhoso de autarquias socialistas”, numa alusão ao despacho do Secretário de Estado das Autarquias Locais que permite a dez câmaras municipais, nove do PS, financiar obras num valor que se aproxima dos 2,5 milhões de euros.

Marco António Costa avisa que nos devemos preparar “para a famosa parcialidade dos governos de esquerda. Para esta esquerda vale tudo…”
“Preparemo-nos para a batota pré-eleitoral”, avisa Marco António Costa.

Despacho do Presidente da Comissão de Avaliação dos avisos do Dr. Marco António Costa:

  • Medalhe-se.

 

Comments

  1. tá bem tá says:

    é melhor estarmos alerta, sim.

    é que de batota percebe o marco antónio…

  2. Rui Naldinho says:

    Mas há maior batota do que aquela que foi encenada nas últimas eleições legislativas num verdadeiro conluio entre o PSD/CDS, o anterior governo, o Presidente Cavaco Silva e a Procuradora Joana Marques Vidal, na pessoa do Juiz Carlos Alexandre.
    Eu vou recordar os mais distraídos, pois alguns foram bem enganados.
    A um ano das eleições legislativas, no dia em que António Costa se preparava para assumir a liderança do PS, José Sócrates é detido no aeroporto de Lisboa, com quase toda a comunicação social presente, num cenário encomendado por esta gente:(https://www.facebook.com/groups/1599078853638825/
    Os jornais de referência na doutrina Laranja estavam lá todos presentes. Coincidência estranha para uma “Justiça” que se quer célere e discreta. A seguir foi o que se viu no Correio da Manhã, no SOL, no “i”, na Sábado, etc…
    Mais de dois anos depois, nem sequer temos uma acusação formada contra Sócrates. No entanto, manteve-se um homem detido durante um ano a chamuscar em lume brando, para o libertar uma semana antes das eleições. Eu a isto chamo batota. Porque o fim nunca foi o de o investigar, mas sim encenar um julgamento na comunicação social com fins eleitorais.
    Atenção que eu nem sequer ponho em dúvida a culpabilidade de Sócrates num presumível processo judicial. Eu também presumo que o rapaz se portou bem mal. Aliás, já várias vezes me pronunciei sobre o assunto, e no mínimo, o ex primeiro ministro, a fazer face nas suas próprias afirmações, andou a viver à conta de terceiros. Vá-se lá saber por quê?
    O que eu ponho em causa, isso sim, são os métodos e a discrepância de comportamentos da nossa Justiça.
    Eu a isso chamo batota, por muito que me queiram convencer do contrário.
    Oliveira e Costa, banqueiro, depois falir um banco que já custou ao erario público mais 2,8 mil milhões de euros, com tendência ascendente, a pretexto de uma doença incapacitante foi mandado para casa com prisão domiciliária. O homem oito anos depois ainda aí vivo e fresco que nem uma alface frisada. Quando o querem contactar, a maior parte das vezes não está em casa, mas está ou estava em prisão domiciliária, o que só prova que nestas coisas de justiça, temos filhos e enteados. Dias Loureiro passeia-se por Lisboa e Cascais qual turista em férias. Ricardo Salgado teve o mesmo tratamento. Começou com uma caução de 3 milhões e acabou em metade, e ainda reclamararm. Ao fim de umas horas foi para a sua “casinha miserável.”
    Isso sim, é batota pura e dura. Vergonhoso até para um incauto.

    Ó Março António !?
    Só que tiveram azar pá! Pensavam que estava no papo e lixaram-se…
    O Costa, aqueles a quem vocês chamam de monhé, sabe mais a dormir que a vossa esperteza saloia acordada. Trocou-vos as voltas, e curto circuitou a vossa estratégia, digna de um país do terceiro mundo.
    Ó Marquinhos !?
    Vai mas é dar banho ó cão!


  3. Nos mais variados sentidos a pequenês de personagens bem conhecidas do “nosso mercado” politico manifesta-se sempre e em qualquer situação despudoradamente valendo apenas a ânsia de protagonismo na vã tentativa de esconder os fortes indicios criminais trazidos a publico. Só a falta de vergonha supera largamente a dimensão fisica que a natureza muito generosa ofereceu.


  4. Bem visto e apoiado !!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.