Os acordos da Índia


578337

Lista de Acordos e Memorandos de Entendimento assinados durante a visita de Estado do Primeiro Ministro António Costa à Índia

1. Memorando de Entendimento na área das Tecnologias da Informação e Electrónica
Visa promover a cooperação na área das Tecnologias da Informação e Electrónica através de projectos específicos partilhados pelo sector público e por instituições privadas de ambos os países.

2. Memorando de Entendimento na área da Agricultura e sectores conexos
Visa promover a troca de informação técnica e científica, a organização de programas de formação, promoção de trocas comerciais na Agricultura, incluindo o acesso ao mercado de produtos agrícolas de ambos os países.

3. Memorando de Entendimento na área das Energias Renováveis
Visa promover a inovação tecnológica no campo das energias renováveis e a partilha de conhecimento, programas de formação, visitas técnicas e workshops, seminários conjuntos e conferências sobre o sector energético.

4. Memorando de Entendimento na área da investigação e dos recursos marinhos
Visa intensificar a cooperação na área dos Recursos Marinhos, através de temas como a oceanografia, ecologia marinha, desenvolvimento técnico e científico da aquacultura, bio e geo-química e acidificação oceânica.

5. Memorando de Entendimento na área da Defesa
Visa a cooperação na área da Defesa e cobre matérias tais como (i) visitas de alto nível (ii) cooperação ao nível operacional (iii) cooperação nas áreas da educação e do treino (iv) troca de pontos de vista em matérias de interesse mútuo, tais como, desafios da segurança, segurança marítima, missões de Paz da ONU, cooperação na indústria militar.

6. Acordo sobre a isenção de Visto para cidadãos com passaporte diplomático
O acordo permite a isenção de visto para viagens de curta duração, entre a Índia e Portugal, no caso de cidadãos indianos ou portugueses possuidores de passaporte diplomático.

 

Foto Lusa

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Fico satisfeito com esta visita de António Costa à India. Primeiro, porque como natural de Moçambique sei o quanto foi e é uma mais valia, o contributo para o desenvolvimento de Portugal desta comunidade Portuguesa com origens no Oriente. Tenho grandes amigos que partilharam comigo os bancos de escola, cafés, bola, viagens e férias, que eram de ascendência Goesa. A sua cultura era vasta e riquíssima. Uma educação extrema. Uma culinária para degustar paulatinamente e chorar por mais. Os odores das especiarias e o cheiro a incenso. É isso que nos torna mais ricos. E esse espólio ninguém tem o direito de o enjeitar.
    Nem sempre as visitas de Estado trazem a tão almejada troca comercial que tanto desejamos. Mas acredito que para António Costa faltar ao funeral do seu amigo Mario Soares outros interesses se levantam. Espero que por isso mesmo, fiquemos a ganhar com a sua estadia por terras de Mahatma Gandhi.
    Aliás, acho caricato que alguma direita aproveite a sua ausência por motivos de Estado para dizer algumas banalidades que nesta sua travessia do deserto, sem o Poder de facto, lhe são tão comuns.

  2. Paulo Marques says:

    Antes isso que o CETA.

  3. O do mar é uma treta. continua a ignorar a óbvia necessidade de quem conceba os meios de o explorar.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s