A “denúncia da mundividência maniqueísta”

que remonta, pelo menos, ao Jardim do Éden, foi o truque que levou o apparatchik dos Democratas americanos a boicotar Bernie Sanders, o único americano capaz de derrotar Donald Trump. Foi essa hermenêutica da História que elegeu o actual Presidente dos EUA.

Comments


  1. Completamente de acordo

  2. J. Gonçalves says:

    A teoria de que o Bernie Sanders ganharia ao Trump ficará para sempre por demonstrar, permitindo todo o tipo de especulação. A Hillary teve mais votos do que o Trump: lá se vai a ideia de que ela não chegava às pessoas. Não teve foi votos suficientes nos sítios que o extravagante sistema eleitoral americano exigiria para ser ela a vencedora, ou seja, nos swing states. Posto isto, quem pode garantir que haveria, nesses estados, transferência de votos de Trump para Sanders (bem mais à esquerda do que a senhora)? E, já agora, que pecados, que falhas de carácter tinha ela que afugentassem o americano médio, levando-o a preferir os pecados e falhas de carácter do Trump, que nem sequer estavam escondidos?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.