Ao cuidado do Metropolitano de Lisboa

O Metropolitano de Lisboa decidiu homenagear José de Almada Negreiros, reproduzindo algumas das suas obras nos azulejos da Estação de Saldanha. Infelizmente cometeu falhas graves, que induzem em erro quem por lá passa.
A obra de Almada Negreiros que se reproduz na imagem que segue, tem como título O Ponto da Bauhütte, e não o que está erradamente indicado na Estação de Saldanha (A Porta da Harmonia):

16427710_1394102140663200_6886564945256282468_n

E este não é  O Ponto da Bahütte – que aliás não existe, pois é Bauhütte que se escreve -, mas sim  A Porta da Harmonia.

16473714_1394102023996545_4950557916590216106_n

 

Informação via Almada Negreiros 120 anos
Mais informação sobre a Bauhütte

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.