As árvores também se abatem


img_2540

Tem ocorrido nestes dias, por iniciativa da Câmara Municipal, o abate massivo de árvores num dos mais importantes e emblemáticos jardins de Vila Nova de Gaia, o Jardim Soares dos Reis. Com a violência que as imagens documentam, este ex-libris da cidade tem visto ser-lhe aplicada a receita já experimentada na Beira-Rio e no Jardim do Morro, assim como noutros locais da cidade, onde centenas de árvores têm sido igualmente abatidas.

O Jardim Soares dos Reis é um local particularmente importante na história da cidade de Gaia e até do próprio país. Situa-se no Alto da Bandeira, zona que deve o seu nome ao militar que foi cinco vezes Chefe de Governo e liderou as tropas liberais durante o episódio do Cerco do Porto, de seu nome Bernardo de Sá Nogueira (1795-1876), também conhecido por Marquês de Sá da Bandeira.

img_2542

O Alto da Bandeira foi um local estratégico no contexto das Guerras Liberais. Durante o Cerco do Porto, a 8 de Setembro de 1832, os miguelistas procuraram com um violento ataque apoderar-se do reduto da Serra do Pilar, na margem sul do Douro. Bernardo de Sá Nogueira era o comandante das tropas que defenderam as posições em Vila Nova de Gaia. Foi então que, no sítio chamado Alto da Bandeira, zona que envolve o Largo dos Aviadores, a Rua Marquês de Sá da Bandeira e culmina no Jardim Soares dos Reis, Sá Nogueira foi ferido com uma bala no braço direito, que acabou por lhe ser amputado. O local onde foi efectuada a amputação foi o Palacete Guedes, na altura um Hospital, situado na Praça da Batalha, no Porto, que já foi edifício dos Correios e agora é um Hotel. O braço direito do Marquês de Sá da Bandeira está enterrado debaixo desse edifício.

sa_da_bandeira

img_2553

img_2544

A inusitada violência com que se abatem, em zonas nobres da cidade, árvores cuja presença é tão importante ao equilíbrio ecológico, histórico e simbólico da comunidade, é bem o espelho de uma política de gestão do espaço urbano, da bio-diversidade e da memória colectiva, em que a brutalidade, a incompetência e o desrespeito pelo património são a única estratégia visível.

Melhores dias chegarão a Gaia.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Estão a imitar a outra margem, parece que fez sucesso e ninguém se queixou.
    Somos poucos os que não gostam.

  2. Que insensibilidade meus senhores…. Afinal, os trabalhadores camarários apenas estão a assegurar que têm menos trabalho no futuro, e assim vêem melhor os mamarrachos da construção portuguesa, aqueles habitações que promovem a maior mortalidade da Europa no Inverno… Imaginem se fossemos a Finlândia quantos agentes virulentos da peste grisalha desapareceriam. A beleza é demasiado valorizada.

  3. Konigvs says:

    Faço 25Km para ir trabalhar todos os dias para Gaia. Passo por diversas freguesias, e apercebo-me de coisas que não lembram ao Diabo. Desde o miradouro junto da barragem, que dá para mirar, mas só se for as as mimosas e austrálias que ali estão, enormes, tapando toda e qualquer vista sobre o rio Douro e sobre a dita barragem (daí que seja poiso do putedo), a árvores que vão sendo cortadas vá lá saber-se porquê, e pior, à aplicação constante do glifosato, herbicida que faz de nós portugueses, os mais contaminados da Europa.

    As árvores e o ambiente não tiram nem dão votos. E depois do plástico nas mamas e nos lábios, e em tudo que é sítio, daí que se diga que em 2050 haverá mais bocados de plástico no mar que peixes, a moda, até já chegou aos jardins com a relva plástica, acho que um dia destes teremos árvores nos jardins, feitas a partir da reciclagem de pneus, pintadas de todas as cores. Que bonito que vai ser.

Trackbacks

  1. […] Onde anda o PAN? E “Os Verdes”? Quem pára isto? […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s