Os números sórdidos das crianças retiradas às suas famílias pelo Estado

bbcc6a4317d0445ecba433e1999154fa

Há  8.445 crianças institucionalizadas que foram retiradas às suas famílias. O Estado paga 80 milhões de euros por ano às “instituições” a quem as entrega. Só no últimos dois anos abriram 122 destas “instituições”. O Instituto da Segurança Social não comenta. Mas tem que comentar.

 

Imagem: Banksy

Comments

  1. Anónimo says:

    122 ! Empreendorismo à moda socialista. Quem deu mais ajudinha aos amigos, o PS ou o PSD ?.(que se lixem os putos).

  2. Konigvs says:

    Mas por que é que esses números são excessivos? O que é que são casos aceitáveis? 800? 80? 8? Zero?!
    Acho que o que importa saber é se há casos de crianças que não deveriam ter sido retiradas aos pais. Atirar para o ar que é sórdido, só porque sim, é especulativo. E se fossem 80 mil?
    E quando vêm com notícias de crianças que já estavam sinalizadas, que não foram retiradas aos pais e depois algo de mau lhes acontece? Já não é sórdido?

Deixar uma resposta