Vacinas e fascismo social


O CDS acaba de apresentar na Assembleia da República um projecto de resolução que visa impedir o acesso ao Ensino, desde o pré-escolar à Universidade, a todos os cidadãos que não comprovarem “ter a vacinação recomendada pelo Programa Nacional de Vacinação em dia”. Os vinte casos de Sarampo com que se espalhou o medo, esse sim, epidémico, foram as Pancadas de Moliére.

Aguarda-se que a próxima iniciativa legislativa seja a de propor que a DGS faça a recolha de amostras de ADN de toda a população, com carácter obrigatório e compulsório, identificando aqueles que carregam nos seus genes os sinais de doença hereditária, impondo-lhes a esterilização imediata, sob ameaça de castração. Ficará praticamente assegurada a imunidade de grupo a doenças como a Hipertensão Arterial, a Doença de Alzheimer, a Diabetes, vário tipos de Cancro, a Obesidade, a Trissomia 21, a Fibrose Cística, a Hemofilia ou a Hemocromatose, entre outros males. Bem-vindos ao Fascismo Social.

Comments

  1. Marcelovich says:

    A defesa que este blog faz aos ideais dos adeptos das teorias da conspiração sobre a vacinação já começa a ser um ato perigoso, ao propagar mitos sem qualquer fundamentação científica e sem o apoio de nenhuma das milhares de grandes instituições de cuidados de saúde. A vacinação é um acto seguro, importante e necessário para o indíviduo e para a sociedade.
    Pior que tudo isso é vir aqui e descobrir que o CDS tem mais juízo do que quem aqui escreve.

    • Bruno Santos says:

      Saia do anonimato e terei todo o gosto em responder ao seu comentário.

      • Marcelovich says:

        Podia, mas não há motivo para isso. Já sei os argumentos, alguns mais lunáticos que outros, que as vacinas são a conspiração do governo, da CIA, das farmacêuticas e dos extra-terrestres. Como sou pessoa para prestar mais atenção às recomendações médicas de técnicos superiores altamente qualificados em diversas áreas da saúde e não ao instrutor se Yoga ou ao guru Vegano da moda, ia ser uma discussão sem valor. Em vez disso vou apagar o marcador do meu navegador deste blogue, porque contribuir para o aumento da popularidade deste blogue é contribuir para a propagação de mitos e, potencialmente, ajudar a propagar práticas nefastas para a saúde e para a sociedade. Espero que não morra ninguém de alguma doença evitável com a vacinação nos próximos tempos, mas se isso acontecer, vou lembrar-me deste blogue e da falta de juízo que aqui reina.

        • Nascimento says:

          Não ha nada mais nefasto pra saúde de um povo do que cidadãos cobardes.Vai-te esconder para outras paragens.Aqui não ha medo.Nenhum.Largueza.

        • Marcelovich: Realmente a ciência é um coisa maravilhosa e eu sou um grande adepto da mesma! já não digo o mesmo da maneira como ela é aplicada e “distorcida” por interesses muitas vezes obscuros que só procuram ferozmente o lucro pouco se importando com a vida humana! basta ver um ingrediente das vacinas (pelo menos nos EUA): o “saudável e maravilhoso” MERCÚRIO! e, a título de exemplo, cito um famoso medicamento “milagroso” utilizado em quase todo o mundo, em finais dos anos 50: a tristemente célebre TALIDOMIDA! caso não conheça (que, pelo que me apercebi é o mais provável), eu esclareço: era um medicamento para ser utilizado essencialmente pelas mulheres grávidas para aliviar alguns sintomas incómodos da gravidez e também para aliviar o stress; pois esse “maravilhoso” medicamento (que até nem é homeopático…), criou terríveis deformações nos fetos, sendo os mais comuns a deformação ou a inexistência dos membros, principalmente os membros superiores! essa geração passou a ser conhecida pela “geração Talidomida”… e as pessoas confiaram num medicamento que foi desenvolvido por cientistas (?), fabricado por laboratórios farmacêuticos, e, pior que tudo, receitado por MÉDICOS! portanto, podemos confiar em tudo o que é concebido por cientistas (investigadores), produzido por laboratórios farmacêuticos e receitado por médicos…

        • teste says:

          bem, a quantidade de idiotas que por aqui andam e pensam que podem assustar os outros se ladrarem muito alto.
          até já vêm com histórias de medicamentos para as grávidas blablabla quando relativamente às vacinas (do PNV claro) têm zero zerinho. o que vocês estão aqui a fazer é uma vergonha e basicamente o mesmo que as grandes multinacionais fazem para manter pesticidas e tabaco sem avisos de cancro.
          pensem nisso.

      • Ufffff que fartum.... says:

        Ele é o Amilcar, é o Jg Menos, é o facholas habitual.
        “Prontos” !!
        Já não é anonimo…

    • Mais um fascista, neste caso, “ENCAPUÇADO”…

  2. JgMenos says:

    O fascismo é pau-para-toda-a-colher.
    O mesmo se diz da banha da cobra.

  3. martinhopm says:

    Que raio de discussão! O que por aqui vai! Teorias da conspiração, CIA, lunáticos, propagação de mitos (urbanos?), práticas nefastas, que o CDS tem mais juízo, o fascismo é pau para toda a colher, etc. e tal. Só cá faltou a Coreia do Norte.
    Claro que a boquinha sagrada está cheia de razão, ou não fosse ela iluminada pelo Divino Espírito Santo! É assim mesmo.

  4. Ó Bruno, ó pá, então tu não vês que: “… doenças como a Hipertensão Arterial, a Doença de Alzheimer, a Diabetes, vários tipos de Cancro, a Obesidade, a Trissomia 21…” não se “pegam”!!!! Olha e já agora diz isso ao fascista, perdão camarada, Maduro, assim o gajo sempre poupa mais umas coroas com o seu “querido povo”. Safa, às vezes não há mesmo pachorra!

  5. Luís Neves says:

    Se as vacinas não são obrigatórias porque não podem ser, como esta coacção pode ser legal? Enfim, são delírios.

  6. Luís Neves says:

    É um acto médico e os actos médicos estão dependentes de consentimento. O direito de escolha (de tratamento) também está na lei.

  7. Luís Neves says:

    Pegando ainda na deixa do jurista que o director-geral de saúde arrastou para o palco no último Prós e Contras seria ainda necessário provar cientificamente muita coisa.
    Há estudos científicos para tudo. Mas pior ainda do que estes estudos científicos são as extrapolações que as agências de comunicação fazem deles (e os media repetem). Pior ainda é haver um director-geral de saúde que entende ter por missão apelar à caça às bruxas.

  8. Pablo says:

    Ideia genial. Pretende se defender as crianças , logo ficam impedidas da educação . Ou seja sujeitas a doenças e impedidas de aprender . Sim senhora .! isto é como condenar a prisão perpétua e a cadeira eléctrica ao mesmo tempo.

  9. o contorcionismo que para aqui vai para insistir nos argumentos anti-vacinas… não usem os delírios populistas da assunção para as vossas lutas, amigos anti-vacinas.

  10. Madalena Serpa says:

    Caro Bruno Santos,

    O “teste do pezinho” é para isso mesmo, para obter amostras de ADN de todos os nascituros, aquilo do despiste de doenças é só para distrair o pessoal.

  11. Luís Neves says:

    Duas campanhas em simultâneo. Pela vacinação obrigatória e contra a suplementação de vitamina D3. Hoje também contra a exposição da pele ao sol. Maravilha. É só ciência.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s