Autarca de Gaia constituído arguido pelo Ministério Público


Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Gaia e Secretário Nacional do Partido Socialista, foi constituído arguido pelo Ministério Público no âmbito de um processo judicial no qual está acusado dos crimes descritos nos artigos 180º, nº1 e 183º, nº2, do Código Penal – crime de difamação com publicidade e calúnia.

Segundo noticia hoje o jornal PÚBLICO, o autarca, que aguarda os ulteriores termos processuais sujeito a termo de identidade e residência, não quis comentar assunto.

A não ser que um motivo de força maior me leve a regressar publicamente a este tema, nada mais adiantarei sobre ele, uma vez que está a ser tratado no local próprio, que é o Tribunal.

Direi apenas, por agora, que, além dos aspectos criminais em análise, não é possível ignorar a relevância política de factos tão graves, imputados agora pelo Ministério Público ao presidente de uma das maiores Câmaras do país que, inexplicavelmente, se mantém como membro do Secretariado Nacional do PS e se prepara para uma recandidatura autárquica.

Parece claro que este exemplo é indigno do legado histórico do Partido Socialista e da ética republicana de que se diz defensor.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A diferença entre duas pessoas de um mesmo partido, com ideias políticas próximas, mas que se distinguem pela forma como vêm e vivem a política. Os partidos estão cheios de casos destes.
    “Maningue, mesmo!”
    Um acha que a política é acima de tudo um serviço à comunidade. Esta assenta em determinados pressupostos e princípios éticos, cívicos e até ideológicos, dos quais nunca se deve abdicar, independentemente de esta atividade poder e dever ser remunerada. (o que já li dele, deu-me essa impressão).
    O outro parece-me que acha tudo isso, tretas. E que a política não é mais do que um mecanismo para se alcançar o Poder, e daí obter benefícios pessoais e familiares. O chamado Poder em toda a sua plenitude.
    Provavelmente o Senhor Presidente corre o risco de voltar a ganhar as eleições, mesmo sendo um personagem não muito diferente do Marco António Costa e Luís Filipe Meneses. Os gaienses, esses descobrirão um dia que andam a ser comidos por lorpas há décadas.
    É nestas alturas que eu me pergunto a mim mesmo, caso a Geringonça não tivesse um BE e um PCP a travar e a controlar de certa forma o PS no governo da República, nomeadamente nos seus devaneios burgueses, se este partido, já não tinha descambado para uma série de esquemas à Sócrates ou à PAF?

    • ferpin says:

      Confesso o meu espanto pelo facto do presidente da câmara de gaia, caída a máscara de homem honesto, continuar a ter o peso que tem no PS. Mas tal deve-se provavelmente a defeitos dos próprios gaienses. O PS deve temer virar-se contra o tipo, o gajo candidatar-se como independente, ou mesmo pelo psd do seu ídolo marco antónio… e ganhar com o voto dos gaienses imbecis, que na minha opinião devem ser uma larga maioria dos habitantes locais (ninguém tem tantos biltres a comandá-los por engano a votar).
      Portanto, a culpa acaba sempre nos gaienses, que parece terem a máquina de analisar políticos avariada.

      Quanto à geringonça ser muito melhor que um governo maioritário do PS, subscrevo a 100%

      • Rui Naldinho says:

        E eu também subscrevo o seu comentário, pois também faço essa interpretação. A politica autárquica hoje, tornou-se num pouco um jogo de contratações, como se estivéssemos num Benfica – Porto – Sporting, ou coisa que o valha.

  2. Luís Neves says:

    Difamou… Caluniou… O que disse ao certo?!

    • Ana Moreno says:

      Disse e publicou um chorrilho de asneirada pela qual deveria ter sido repreendido com um puxão de orelhas pelo seu chefe António Costa. Já que este avisou desde o início os seus ministros de que “Nem à mesa do café se podem esquecer que são membros do Governo”, valia a pena dar também umas orientações aos caciques locais que perdem as estribeiras à primeira nega que levam. Este sr. EVR é de uma ordinarice que o desqualifica para qualquer cargo público de responsabilidade. E se os gaienses nele votam, desqualificam-se igualmente.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s