A vergonha habitual, no sítio do costume


Beat. he that hath a beard, is more then a youth: and he that hath no beard, is lesse then a man.

— Much Ado About Nothing (Folio 1, 1623)

George: Good, better, best, bested. [Back to Nick] How do you like that for a declension, young man? Eh?

— Edward Albee, ‘Who’s Afraid of Virginia Woolf?’

Uma autêntica vergonha.

— Rodolfo Reis, 10/6/2015

***

Por razões habituais, óptimas, espectaculares, excelentes, formidáveis e estupendas (a lista de atributos algo aleatórios encontra-se activa),

não consegui ver em directo o Glorioso e não actualizei o ponto da situação no sítio do costume.

Efectivamente,o Glorioso está cada vez melhor.

© Paulo Oliveira / DPI / NurPhoto via Getty Images (http://bit.ly/2qURlkf)

Contudo, no sítio do costume, é a vergonha habitual.

Exactamente.

***

Comments

  1. Eu diria que os arbitros dos jogos do Glorioso são cada vez melhores, mais competentes, até melhores que o Video…

  2. JoãoBarroca says:

    Melhor ecadavezmaisperto do 36…

  3. ganda nóia says:

    o problema do video é a facilidade com que se repetem uns até à exaustão e se esquecem outros. como alguns falam do penalty perdoado ao Benfica e esquecem o que foi perdoado ao Rio Ave… (além do lance interrompido com Rafa isolado).

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s