O Convento de Cristo, a Ordem e o Caos


Este era o estado em que se encontrava, até há poucos meses atrás, o túmulo do fundador da Ordem de Cristo, D. Dinis, plantador de naus a haver, o grande Rei Lavrador, Espírito maior da História e do Universalismo de Portugal.


 

Imagens: Mosteiro de Odivelas

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Quando se pensa nos milhões investidos nesses locais de cultura chamados “Estádios de futebol” e o modo como tratamos o nosso Património, rapidamente nos apercebemos que os governos são um bando de incultos e que o povo, ao aceitá-los, perde continuamente a sua identidade e auto-estima.
    Nada de novo em Portugal, dominado por futebol, bancos e folhas Excell.

    • Ferpin says:

      Se calhar face à diferença no numero de entusiastas de uma e outra áreas citadas, o povo é que é o culpado da diferença de tratamento ado pelo governo.
      De qualquer forma, deixar apodrecer o tumulo de D.Dinis… é crime

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        É exactamente isso que digo. A grande responsabilidade é de quem tem uma arma cívica e a utiliza para promover incultos e ladrões. Mas é o que temos …

  2. joão lopes says:

    e foi preciso o Terry Gilliam para falar de tudo isto? ok,vou falar com o Michael Palin,para fazer uma reportagem sobre aves protegidos por lei,assassinadas por caçadores em Castro verde,no ano passado.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s