Eduardo Mãos Largas

Porque a 15 de Junho foi feriado e foi 5.ª Feira, a 16 de Junho não se trabalha na Câmara de Gaia. Tolerância de ponto. Um mãos largas, este Eduardo Vítor Rodrigues.

Caves de Vinho do Porto: Gaia quer destruir património que antes quis classificar na UNESCO

A Câmara de Gaia, pelas mãos do seu presidente, prepara-se para licenciar a total descaracterização da Caves de Vinho do Porto, um património que ainda há dois anos anunciava querer candidatar a Património da UNESCO.

Eduardo Vítor Rodrigues afirmava ao Jornal de Notícias de 19 de Novembro de 2015 que “o prazo para a apresentação da candidatura termina no início de 2017. Mas vamos apresentar antes, no verão do próximo ano [2016]”. O autarca ainda acrescentou que “a equipa que irá preparar a apresentação da candidatura, que pretende incluir o Centro Histórico de Gaia, maioritariamente ocupado pelas Caves de Vinho do Porto, já foi constituída, estando já concluído o estudo de ordenamento do território naquele espaço”.

É preciso perguntar ao edil gaiense onde está essa candidatura e se realmente foi apresentada no verão de 2016, tal como prometeu. Deve igualmente esclarecer se o “estudo” apresentado à UNESCO contemplava a demolição de Armazéns de Vinho do Porto, a total descaracterização da encosta e a construção de um centro comercial de ferro e vidro, com mais de 30 mil metros quadrados e um parque de estacionamento para 150 carros.

A notícia que a seguir se reproduz é datada de 25 de Janeiro de 2015 e estava alojada numa página do site da Câmara Municipal de Gaia que entretanto foi apagada (arquivoweb.cm-gaia.pt/portais/_cmg/Imprensa.aspx?categoryOID…inicio=113…)

Nessa notícia, o presidente da Câmara, Eduardo Vítor Rodrigues, afirmava que “manter a imagem tem potencial económico” e que “a ambição da Câmara é valorizar este património, para que a imagem singular da encosta não se descaracterize”.  Agora afirma em tom irónico que  a zona das Caves “tem muito de tradição, de típico, de extraordinariamente histórico [sic], mas não é um espaço museológico”. No contexto das anteriores declarações (2015), o autarca de Gaia afirmou “querer fechar o triângulo”, associando a classificação pela UNESCO das Caves de Vinho do Porto à Serra do Pilar e ao centro Histórico da Invicta. A verdade, como a seu tempo veremos, é que este projecto demolidor para as Caves do Vinho do Porto colocará em causa a própria classificação atribuída pela UNESCO ao Centro Histórico do Porto.

Fica por saber o que terá levado Vítor Rodrigues a mudar de ideias em tão pouco tempo e de modo tão radical.

Marcelo pede ao Brasil para “fazer o melhor possível” nas Confederações

«Marcelo pede à seleção para “fazer o melhor possível” nas Confederações». Exactamente.

Drones: esperar que a casa seja roubada para lhe colocar trancas à porta

Os drones estão de volta aos aeroportos e a coisa não parece querer ficar por aqui. Depois do recente episódio no Francisco Sá Carneiro, a que se somam outros como o ocorrido no João Paulo II, em Ponta Delgada, eis que ontem a história se repetiu no Aeroporto Humberto Delgado, pela segunda vez, desta feita com um Airbus 319 a ter que efectuar manobras de emergência para evitar colidir com um drone que voava a 700 metros de altitude, na rota do voo comercial da TAP, em trajectória descendente para aterrar na Portela. [Read more…]

Epidemiologia da corrupção

Uma das estratégias utilizadas por aqueles que têm na corrupção o seu principal modo de vida é a sua vulgarização social. Espalhando por todo o lado o vírus do crime, infectando as instituições, os órgão do Estado, as empresas e a sociedade em geral, com essa maleita do apodrecimento moral, o corrupto pretende inscrever na ordem da prática e do discurso, no plano da legitimidade tácita, da aceitação pelo uso repetido e prolongado, um comportamento que é recusado e punido pela ordem jurídica e pelo princípio da liberdade e dos bons costumes.

O processo funciona de modo análogo à neurofisiologia da percepção. Se expusermos alguém, durante um longo período de tempo, a cheiros nauseabundos que suscitem inicialmente no organismo uma reacção de repulsa, a dada altura tem início um processo de adaptação neurofisiológica a esses cheiros, a essa agressão, adaptação essa que passa por ensinar ao corpo a reconhecê-los e registá-los como inócuos. Ou seja, a integrá-los no repertório de cheiros aceitáveis sob o princípio da homeostase. A partir daí o seu efeito sensorial será nulo, ter-se-á desenvolvido tolerância, integração, e desaparecido a sensação de náusea. Mas a toxicidade mantém-se inalterada. É isso que se passa com a disseminação da corrupção e a aparente indiferença social que ela suscita.

[Read more…]

End ENDA

O ENDA, vulgo Encontro Nacional das Direcções Associativas, é um evento trimestral em que várias associações de estudantes do país se juntam com o objectivo de fingirem que o movimento estudantil não está morto e enterrado. Infelizmente está e os estudantes não parecem minimamente preocupados com isso. Quem dera a Marcelo Caetano ter tido esta classe estudantil.

[Read more…]