Quando é o próximo comboio para o Gulag?


“Quem se abstém sem uma razão de força maior é um mau cidadão.”
Daniel Oliveira, jornalista e opinion maker (Jornal Expresso, 18 de Setembro de 2017)

E quem não põe o vidro no vidrão.
E quem não faz tatuagens. E quem compra manuais escolares da Porto Editora. E quem gosta de ler o Camões, principalmente a parte da Ilha dos Amores. E quem canta o Hino Nacional de pé . E quem não tem cão. E quem caça com gato e vai a touradas. E quem ainda ouve discos da Amália. E quem não telefona para a linha de Pedrógão. E quem não vê o Eixo do Mal. E quem não compra o Expresso. E quem não tem os dentes todos. E quem não come sushi. E quem enfia o guardanapo no colarinho da camisa. E quem não canta a Grândola no banho. E quem não toma banho. E quem ainda tem Bilhete de Identidade. E quem manda piropos na rua. E quem não usa medalhas e talismãs budistas ao peito, num fio de pele de vaca morta.

E mais: quem come pica no chão é um mau cidadão.
Quando é o próximo comboio para o Gulag?

Comments

  1. Fernando Manuel Rodrigues says:

    É isso mesmo, Bruno Santos. O politicamente correcto quer todos os divergentes a caminho (ou até já internados) num qualquer Gulag, em prol da “pureza” do “cidadão novo”.

    Qual “pensar diferente” qyual quê. Todos são livres de pensar como quiserem… desde que pensem “correcto”.

    • JgMenos says:

      Sejamos justos, ainda não ultrapassamos as exigências da PIDE:
      O pensamento é livre, a sua expressão é que está condicionada ao correctês do regime abrilesco.

  2. toma os comprimidos, bruno. says:

    mais um chorrilho de asneiras do pseudo amante das liberdades bruno santos. o nível de extrapolação é de facto fabuloso. é que nada do que o dito colunista escreveu aponta para gulags. aponta exactamente para o contrário. só com uma democracia onde as pessoas têm noção do valor do voto se pode defender a liberdade.

    eu sei, eu sei que na verdade o bruninho tem saudades de quando nem votar se podia. disfarça é bem com o discurso libertário-viva-o-mundo-do-mogli-onde-não-há-leis.

    uma chatice, isto de um gajo matar outro e ser preso. é o que o bruno defende. ah, não, espera, fazer extrapolações abusivas e distorcer textos só vale contra o daniel oliveira, contra o bruno não.

  3. Essa é mais uma história mal contada. Muito mal contada mesmo. O ex-bloquista D.O. considera, do alto da sua arrogância, que mais de metade do eleitorado luso, francês, etc, são cidadãos maus. Abstenção=maldade. Este binómio absurdo só pode vir de quem estende que o sistema funciona bem e que o voto muda alguma coisa. Pretende assim fazer esquecer propositadamente que o sistema de produção capitalista selvagem que nos explora é cada vez mais incompatível com a democracia, mesmo na forma mitigada e esclerosada que dá pelo nome de representativa.
    A abstenção tem de ser entendida como uma forma inteiramente legítima de expressar o profundo repúdio dos cidadãos por um sistema corrupto, corruptor e armadilhado por todos os lados que apenas visa a perpetuação do status quo, ou seja, dos interesses dos grupos dominantes ávidos do controle do aparelho de estado.
    Não esbanjámos….. Não pagamos!!!!!!

  4. joão lopes says:

    pois,e ainda há os que não gostam de futebol,e tem que o aturar todos os dias…esses já vivem num gulag,e ainda há os que acham as canções do toni(???!!!) horriveis,e tem que o aturar todos os dias em todo o lado,ou seja muito pior que a siberia.

  5. André says:

    Li o post e só pensei: “o que é que o cu tem a ver com as calças”.

  6. magalhaesnascimento says:

    “Designa-se por falácia um raciocínio errado com aparência de verdadeiro. Na lógica e na retórica, uma falácia é um argumento logicamente inconsistente, sem fundamento, inválido ou falho na tentativa de provar eficazmente o que alega.”

    ou seja…o que é que o cu tem a ver com as calças.

  7. atento às cenas says:

    quer mandar o homem para o gulag ?

  8. Mais um no caminho para o livre pensamento.

    No momento que leio esta posta o Score é : 4/17.
    Nos comentários à posta brilha o “toma os comprimidos, bruno” + a “Ana A.” na defesa incondicional ao comuna Daniel Oliveira, com 22 likes e 11 respectivamente.
    Como vê Bruno já está a levar porrada. Basta para isso não acatar a eminencia parda do Marxismo Luso.
    Quem é você para não considerar as pessoas que não se sentem representadas no panorama partidário esquerdista nacional como pessoas de bem? Você não sabe que quando o Daniel Oliveira fala você não deve sequer duvidar das suas esclarecidas / boas / santificadas opiniões ? Você parece acreditar nessa coisa estúpida a que chamam liberdade de pensamento.

    Rui Silva

  9. Ana Moreno says:

    O estardalhaço que esta coisa do “politicamente correcto” suscita! Ao menos, dediquem-se ao “Economicamente correcto” https://www.nao-ao-ttip.pt/sandro-mendonca/;
    Sempre é mais relevante assim para o dia a dia…

    • Como recomendou estive a perder tempo a ler este rústico do Sandro Mendonça e realmente dá para rir.
      Este individuo usa argumentos que são o “negativo do politicamente correcto”, assim uma espécie de “Mirroring” do “Politicamente Correcto” e chama-lhe “Economicamente Correcto” como se isso fosse argumentos da “direita” e a malta não topa nada. Usem lá mas é a cabecinha para pensar.
      É um raciocínio que pode ser usado para analisar o próprio nome do impagável personagem:

      Sandra é uma rapariga , mas Sandro não é um rapaz ,é uma rapariga vista ao espelho…

      Rui Silva

  10. e quem tem oachorar para ler esganiçados ?

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s