Ainda a Disneylândia do Vinho


Na sequência de um conjunto de textos aqui publicados sobre a “Disneylândia do Vinho”, empreendimento que irá nascer na zona das Caves de Vinho do Porto, em pleno Centro Histórico de Gaia, destruindo um património histórico e arquitectónico de valor incalculável, o promotor do projecto – o senhor Adrian Bridge – deixou na caixa de comentários do Aventar um “esclarecimento” ao qual é agora oportuno regressar.

Escreveu, no dia 21 de Julho de 2017, o senhor Adrian Bridge – também proprietário do Hotel Yeatman – que a imagem que estava a ser por mim utilizada para ilustrar o empreendimento World Of Wine não correspondia ao projecto “aprovado” pela Câmara Municipal de Gaia, muito embora tivesse sido como tal divulgada pela Câmara e pelos próprios promotores. E como não correspondia, o senhor Adrian Bridge teve a gentileza de fornecer a ligação electrónica para a “imagem correcta”, segundo as suas palavras, que constava de um artigo do Jornal PÚBLICO.

Na referida imagem, que a seguir se reproduz com a legenda “Imagem 2”, pode observar-se uma simulação do projecto World of Wine já concluído e implementado no local, logo abaixo do Hotel Yeatman. Para melhor contextualização e esclarecimento do leitor, reproduz-se igualmente, com a legenda de “Imagem 1”, o registo fotográfico do referido Hotel, realizado pela Google em Julho de 2014.

Imagem 1. Registo da Google. Julho de 2014. [clique para aumentar]

Imagem 2. A “imagem correcta”. PÚBLICO. Junho de 2017. [clique para aumentar]

Como se poderá verificar, ambas as imagens são concordantes quanto à volumetria do edifício hoteleiro, que surge na fotografia indicada como “correcta” pelo senhor Adrian Bridge sem qualquer alteração ao registo de 2014. Acontece que a imagem indicada como “correcta” pelo senhor Adrian Bridge e publicada no artigo do Jornal PÚBLICO é omissa, para lhe não chamar simplesmente falsa.

Com a legenda “Imagem 3”, reproduz-se a seguir uma fotografia actual do Hotel Yeatman, obtida em Novembro de 2017 – o presente mês, portanto – onde é possível verificar um brutal aumento da volumetria do edifício e o curso de obras que foram omitidas na tal “imagem correcta” do World of Wine publicada no jornal.

Imagem 3. Registo fotográfico de Novembro de 2017. [clique para aumentar]

O senhor Adrian Bridge não é Sir Christopher Wren, nem o Hotel Yeatman a Catedral de São Paulo. Mas ao indicar a imagem do Jornal PÚBLICO como a que correctamente representava a forma final do empreendimento que toma o nome de World of Wine, omitindo a gigantesca intervenção imobiliária neste momento em curso no Hotel Yeatman, o senhor Adrian Bridge induziu em erro os leitores do Aventar, facto que, evidentemente, não poderia passar sem a devida nota. Mais do que isso, esta omissão vem reforçar as legítimas preocupações sobre a verdadeira intervenção que está prevista para a zona das Caves de Vinho do Porto, intervenção essa que na verdade irá destruir uma parte muito significativa da identidade não apenas da região mas do próprio país, comprometendo definitivamente a elevação do Centro Histórico de Gaia a Património da Unesco e alterando para sempre uma das mais belas paisagens urbanas do mundo. Para finalizar, reproduz-se a seguir a discreta Placa de Obra desse gigantesco empreendimento que dá pelo nome de World of Wine. Sem mais comentários:

World of Wine. Placa do Pedido de Licenciamento 2285/17, realizado em 11 de Maio de 2017. “Em fase de apreciação” pela Câmara Municipal de Gaia.

Comments

  1. Fernando says:

    O álcool é uma droga tal como as outras, é responsável por muita morte, e apesar disso, é uma droga socialmente aceitável, com carradas de publicidade e até promovida pelo estado.

    • O estado salafrário só proíbe as drogas que matam os degenerados que as consomem de forma rápida… As que vão matando são as tais “legais” e são fonte de receita para o POTE!

      Mas num país de alcoólicos tentar MUDAR a manada de animais degenerados relativamente ao consumo de tal droga tóxica é o mesmo que pedir que deixem de comer sardinhas!

      Enquanto tudo isto for dando emprego e bons salários a mérdicos e restante gangue do sistema de “saúde” e sistemas orbitais e ao estado salafrário… TUDO ESTÁ FANTÁSTICO!

  2. Está incorrecta esta afirmação; “comprometendo definitivamente a elevação do Centro Histórico de Gaia a Património da Unesco” a afirmação correcta é a de ” comprometendo definitivamente a elevação do Centro Histórico do Porto a Património da Unesco”.

  3. Fico sem compreender qual é a admiração! O que raio esperam de pessoal salafrário? Honestidade? Seriedade? 🙄

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s