Exéquias da Geringonça


A Geringonça está em câmara ardente e aguarda-se o seu enterro para o dia em que for eleito o novo líder do PSD.

Os acordos à esquerda estão esgotados, tendo sido atingido o limite que o PS estava disposto a tolerar para garantir a maioria parlamentar que sustenta o governo.

A política portuguesa, totalmente dependente daquilo que Bruxelas e Berlim determinam, transformou-se numa novela mexicana cujo enredo consiste em inventar o enredo. O nexo da história perde-se não apenas no vazio das personagens, mas na total ausência de propósito ou sentido da narrativa.

Portugal é um país sem desígnio e sem gente capaz de o descobrir. Está entregue a salteadores e demagogos e assiste, falsificação de si mesmo, à passagem do tempo.

É o êxtase do vazio. Uma suspensão do sentido e da acção que faz disto já não apenas um protectorado, mas um aglomerado administrativo que se auto-justifica com a recriação do nada.

Comments

  1. Carlos Almeida says:

    Conversa da treta.

  2. Duo Ele e Ela says:

    as punhetas do bruno santos.

  3. JgMenos says:

    Bem pensado e bem escrito!
    «O êxtase do vazio» sem fé nem rumo.

  4. Miguel Cabrita says:

    Que tristeza de artigo! Tem um mote, mas não tem tema. É-lhe dada um dada direcção na narrativa, mas é destituído de sentido.

    Do mote, a unica coisa baseada na realidade e não na ressaca do alcool: é baseado na realidade, mas é wishful thinking, a esta hora que comento está a dar a entrevista ao PM na Antena 1, onde este afirma que o acordo parlamentar ainda não mudou. Não se percebe como é que este irá mudar com a eleição do novo líder do PSD, se o acordo se baseia em manter a direita fora do poder.

  5. antero seguro says:

    Como podemos verificar os abutres pairam já no ar. Ávidos de sangue querem voltar a congelar a esperança de um povo que vai resistindo à canção do bandido. O actual governo, cheio de contradições, incapaz de romper com um paradigma errado, vai gerindo o tremendamente impossível. O povo tem que estar atento àqueles que tentaram destruir-lhe o Futuro e sendo o actual caminho difícil não se deve deixar adormecer pelos cantos de sereia da banditagem que tenta agora aparecer de cara lavada como se nada tivessem a ver com um negro e recente passado. Eles não dormem nem desistem. Estão ávidos por chupar de novo o sangue fresco da manada.

  6. Um artigo saido da raiva contida de um aprendiz de belzebu.

  7. Paulo Marques says:

    “A política portuguesa, totalmente dependente daquilo que Bruxelas e Berlim determinam”

    Até ao dia em que lhe acontecer o mesmo que à União Soviética e pelas mesmas razões, já que ninguém leva a sério a inevitabilidade.

    • Paulo Marques says:

      O PS é aquela coisa que diz que o Euro é reformável enquanto assina de letra o CETA e a passagem do TO a lei, não é? Pois…

  8. ZE LOPES says:

    Cá pra mim, o Bruno ainda vai ser idolatrado como o Salieri português!

  9. antero seguro says:

    Se os portugueses nas próximas eleições entenderem que a solução para o país passa pela execução da velha receita do PSD/CDS que pouco faltou para transformar o país numa espécie de Borundi, então mais vale Portugal desistir enquanto país cada vez menos independente e passarmos a ser uma espécie de província espanhola. De facto a assim ser não merecemos mais.

  10. joao mateus says:

    já desde o 25 de Abril esperam,tentam, anunciam

    a queda dos governos democráticos, da democracia…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s