A “hostilidade” da EDP e a perda de face da República Popular da China

O senhor Primeiro-Ministro pode – e deve – acusar publicamente a EDP de hostilidade. Mas deveria já ter convidado o embaixador da República Popular da China para tomar um chá Gorreana no Palácio das Necessidades, sem direito a bolachas.

Deixar uma resposta