Ninguém escreve ao Coronel

Nova aquisição da Selecção do Equador. Bravo Homem!

Comments


  1. Bravo, determinado, valente, corajoso, resistente !
    …em vez de ser apoiado e assim reconhecido, é ingratamente esquecido, quase abandonado.

  2. Toto cotunho says:

    Desculpe a ignorância do macaco, mas não percebi a do Coronel.
    Será que é preciso um curso de formação na Lapa, em Lisboa, para perceber ?

    • Bruno Santos says:

      Não tem por que pedir desculpa. Trata-se de uma referência ao livro de Gabriel Garcia Marquez com o título “Ninguém escreve ao Coronel”. Uma história sobre Esperança, Coragem e Tenacidade. Esoterismo, portanto.

Deixar uma resposta