Já que o Diabo não veio

Talvez lhes compre a alma.

Comments


  1. ……que susto !!!!!!!
    : )

  2. Carlos Almeida says:

    Deselegantes post e comentário, no mínimo !

    • Bruno Santos says:

      Sim, li Goethe.


    • .Carlos Almeida, “deselegantes” ???? ..”.no mínimo “????

      ….”PSD deve vender a alma ao diabo para pôr a esquerda na rua” / M. F Leite

      e isto é o quê, elegante ??

      • Carlos Almeida says:

        A Senhora mesmo que pertença ao PPD/PSD, não tem culpa de já não ser nova e provavelmente nunca ter sido bonita,
        Mas não é motivo para susto


        • …..o susto que sentimos : ) , senhor Carlos Almeida, é em relação às afirmações dessa senhora !! ( convenhamos que a imagem se presta….. ) …pois que pactuar com o demo a enxotar a esquerda de alma vendida… . abrenúncio !!!!!

          • Carlos Almeida says:

            Pensei que era uma daquelas “bocas foleiras” da juventude que se julga eternamente jovem e bonita. Se não foi peço desculpa pela minha interpretação errada.
            Ainda bem que dá mais valor ao “software” que ao “hardware”.
            Por outro lado as afirmações da Dª MF Leite e da direita portuguesa, não deveriam espantar ninguém, quanto mais assustar. A direita ainda não fez todo o luto da queda do Marcelo I (caetano) e não sabem estar na politica sem estar no poder.
            Cabe à esquerda ter suficiente jogo de cintura para deixar a direita “out of business”

  3. Paulo Marques says:

    Mas algum deles tem alma?

  4. Rui Naldinho says:

    É óbvio que Manuel Ferreira Leite está a ser sincera. Há uma direita que está disposta a “acasalar com o PS”, mesmo que a contragosto, estilo casamento de conveniência, “ da mesma forma que um qualquer gigolô se casaria com uma velha para lhe sacar a massa, ou que uma Fernandinha se aconchegaria a um Pintinho, para lha papar uns cobres.”


  5. …assim está melhor, Carlos Almeida !

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.