No aniversário de Carlos Paredes

Nascido em Coimbra há 93 anos, a 16 de Fevereiro de 1925, Carlos Paredes é não apenas a mais proeminente figura do mundo da Guitarra Portuguesa, mas um dos Artistas que a partir de Portugal conquistou com o seu talento único um grau artístico universal e com o seu génio o espaço da eternidade.

A música de Carlos Paredes brota de uma fonte a que os antigos chamavam fons vitae, um não-lugar que pertence ao território telúrico da Alma e que, por isso, ascende por si própria, pelas suas próprias forças ocultas e inesgotáveis, a um plano esférico que tudo contém e que está contido em tudo.

Nicolau de Cusa dizia que Deus é um círculo cujo centro está em todo o lado e a circunferência em lado nenhum, antevendo, quem sabe, o espectro vibratório infinito e infinitamente belo que viria a sair das mãos e da guitarra deste Artista português, símbolo maior da utopia que nos traz crucificados entre o Céu e a Terra.

O Concerto de Frankfurt é, antes de mais, o testemunho do imenso poder da simplicidade e da linguagem universal da música – e da Guitarra de Coimbra em particular -, capaz de dizer o indizível, traduzir o intraduzível, explicar o inexplicável.

Fazer ver o invisível.

Feliz Aniversário, Senhor Carlos Paredes!

 

 

 

 

 

Comments

  1. José Almeida says:

    Sim, Carlos Paredes faz mesmo parte desses seres únicos. Será que os professores do ensino básico o conhecem? Poderiam falar sobre ele aos alunos? Interromper a aula por minutos ….. facam lá um esforço.

  2. Antonio Medeiros says:

    Muito bem Bruno Santos em nos lembrar dos grandes momentos que Deus nos permite nesta vida ,através deste grande artista.


  3. …Obrigada por homenagear Carlos Paredes que
    pertence àquela elite que compõe o mundo e nos compõe a alma
    …infelizmente uma raça em extinção

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.