Protecção de dados

 

Há um facto do qual, parece, a generalidade das pessoas ainda não terá tomado consciência, a avaliar pela discussão que pode testemunhar-se na “rede”, sobre protecção de dados, privacidade online e outras matérias similares, primas ou irmãs destas, onde se discute, com elevada autoridade científica e pujança vegetativa, o que de cada um cabe unicamente a cada qual, ou o que de cada qual cabe ao peixe de águas profundas.

A Internet é privada. É uma infraestrutura militar privada.
Qual é a dúvida, afinal?

Comments

  1. j. manuel cordeiro says:

    Foi uma estrutura militar, criada pelo DARPA. Já não o é há muito e, se for preciso alguma espécie de prova, esta continuará a existir mesmo que os EUA desapareçam.

    Os telefones também começaram por ser privados. E ninguém aprecia uma escuta.

  2. Paulo Marques says:

    É uma teoria. O maior problema com ela é saber quem é o dono, para levar com tantos tiros nos pés.
    A resposta é que a única alternativa viável é ser uma comodidade global que nos compete manter como plataforma de discurso livre

    • Bruno Santos says:

      Não terei a indelicadeza de lhe perguntar o que é isso de “discurso livre”.

      • ZE LOPES says:

        Mas devia.

      • Paulo Marques says:

        O discurso livre acaba onde começa o do outro. Não, espera…
        Sim, é complexo, e a Primavera Árabe foi um falhanço completo, e, e, e… qual é a alternativa, ser “informado” pelos média capitalistas?

Deixar uma resposta