Eutanásia

Quem sois vós, mangas de alpaca, para decidir sobre assuntos sérios?

Comments

  1. Bento Caeiro says:

    Coisas da Terra e do Céu

    O manga-de-alpaca será, penso eu, o deputado.

    Como é óbvio num sistema representativo, como é nosso, o deputado – alegadamente, aceitemos isto, à falta de melhor – representa o eleitor; o que, pelo menos, já é um avanço em relação ao sacerdócio católico, porque esses, mesmo não sendo eleitos pelos seres celestes, arvoram-se em representantes de um deus – o deles, óbvio.
    Contudo, o deputado – nessa sua representatividade, obtida pelo acto eleitoral, tem um limite – à semelhança do sacerdote, que é o poder de deus -, que é a Constituição da República Portuguesa.
    Assim, tal como o sacerdote não poderá substituir o deus que diz representar – mas a tentação é muita; também o deputado não pode substituir e pôr-se acima da Constituição – mas a tentação, também é muita.
    Quanto às coisas do Céu, os anjos, os santos e os fiéis que se pronunciem; mas, quanto aos assuntos terrenos, mormente sobre este que estamos a falar, que à eutanásia diz respeito, somos nós que teremos de nos manifestar e dizer que não, os deputados, a Assembleia da República não possui legalidade suficiente para legislar nesta matéria.

    • Fernando Manuel Rodrigues says:

      Infelizmente, legalidade possui. O que não possui é legitimidade, mas essa questão não costuma preocupar os nossos “alegados” representantes.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.