A mudança da hora

Como toda a gente sabe, as maiores especialistas do mundo na complexa problemática da mudança da hora, são as galinhas. Esse é um assunto sobre o qual o senhor Juncker não deveria opinar.

Comments


  1. Ora essa! Por que é que são as galinhas e não as corujas?

    E já agora, o senhor esquentador, só manifestou a opinião das pessoas que, democraticamente, se quiseram manifestar.

    • Bruno Santos says:

      Porque não há cabidela de coruja.


    • A mim ninguém perguntou nada. Perguntaram-lhe a si? Quem são os 80% dos europeus?


      • 85% dos portugueses votaram para acabar com mudança da hora.


        • Quer então dizer que vai ser sempre meio-dia. Sempre se perpetua o almoço.

      • José Peralta says:

        Xico

        A pergunta foi feita através de abaixo assinado ! E eu sou um dos 85% de portugueses que o assinou, e que votaram a favor da manutenção da hora de Verão durante todo o ano !

        E os argumentos das crianças que vão de noite para a escola, e o Sol nascer só às 9 e pôr-se as 22 h, são o exemplo acabado da estultícia.

        Porque, para já, as crianças e os adultos, no horário de Inverno, já se levantam e vão para a escola ou para o trabalho, de noite, e durante esses três meses, os dias vão clareando cada vez mais cedo. E a capacidade de adaptação humana às condições de tempo, é muito grande !

        E ao fim do dia de trabalho, ainda teremos algumas horas de Sol no Verão, para o lazer, o divertimento, a praia, etc.

        Além de, em particular em Portugal, normalmente as condições climatéricas, serem extremamente favoráveis, comparando por exemplo, com os países nórdicos !

        Mas disso é que os “velhos do Restelo”, nunca se lembram…


        • Lembro-me e não gostei de jantar sem poder acender as velas (isto de ser velho dá para o romantismo). Sou como as galinhas, gosto de me guiar pelo Sol, e não gosto de me levantar da cama ainda de noite. Até porque me vejo obrigado a acordar as galinhas antes de ir para o trabalho e elas depois vingam-se na falta de postura.


  2. lembram de quando o Cavaco de má memória mudou a hora e no Verão (creio) às 22.30 h ainda havia sol e os putos não queriam ir para a cama. Lembram ?
    O que vai acontecer é muito parecido…
    Estou farto destes camelos!!


    • Lembro-me e tenho muita saudade.
      Saia do job e ainda tinha sol para umas boas horas de praia.
      Mas na realidade o Cavaco apenas se limitou a adotar o mesmo fuzo horário de Espanha.
      Não vejo os galegos muito chateados com o horário que têm.


      • Os nevoeiros de finisterra e da Corunha não lhes deixam perceber a altura do Sol. Tanto lhes faz.


      • Sempre a pensarem no Verão…. O que lembro dessa ideia idiota do Aníbal é que no Inverno o Sol levanta-se depois as 9h00, a hora legal chegavam a estar desfazadas mais de duas horas. E não consta que fosse bom para os negócios, foi a desculpa dada, pois os negócios que contavam eram da construção a pontapé para a boyzada engordar, e para criar uma fraude como o BPN é indiferente o fuso horário….


        • É tão bom na hora de inverno anoitecer antes das 5 da tarde.
          Só dá ganas de emigrar para a Islândia.


          • e acordar e ver tudo escuro lá fora e saber que ainda vai ser assim pelo menos duas horas dá uma pica de trabalhar… eu sei que é impossível agradar a gregos e troianos (porque para cornos mansos tudo agrada), mas prefiro acordar com Sol, porque quando vou dormir está sempre escuro mesmo no Verão. Mas gostos não se discutem, nisso o povón tem razón….


          • Isso de anoitecer antes das 5 da tarde, cheira-me que deve mudar de relógio …


          • xico: ou mudar de relógio ou mudar para Trás-os-montes.

            http://www.sunrise-and-sunset.com/pt/sun/portugal/mogadouro/2017/dezembro


          • Já podia ter dito que era para a população de Mogadouro poder ir à praia depois de um dia de trabalho, que eu até votava contra a mudança da hora.

  3. manuel.m says:

    E Franco apenas se limitou a adoptar o mesmo fuso horário de Berlim: Queria ser igual em tudo.


    • Um argumentum ad Hitlerum tão cedo? E logo numa discussão que se previa simples e amena.
      Que Godwin o amaldiçoe tornando as suas palavras ocas :p


      • Vá lá Salazar nisto tinha razão, se alguma vez pensou nisto, estamos no fuso certo, mas a Salazar dava muito trabalho ser o padrinho da máfia, da distribuição de favores para ir mantendo no poleiro… e teve tanto êxito que quando caiu da cadeira ficaram em pânico, nem sabiam o que fazer

    • Nascimento says:

      Abençoado MANUEL! não há como ter memória ainda que de uma forma brincalhona ( séria). Cagando para um bêbado ( ciático), e para tudo o que vem da merda do Norte da Europa!

  4. Paulo Marques says:

    Sem querer defender o Junker (credo), a verdade é que o horário de inverno não muda nada economicamente e só faz com que a volta a casa no fim do dia seja ainda mais deprimente. Por mim, tanto me faz.


    • Ajusta melhor a hora legal à hora solar. Mas, se fixarem no horário de Verão ainda vou ouvir muitas beatas das beiras e de Coimbra a queixarem-se que a missa de manhã é de noite no inverno…

      • Dragartomaspouco says:

        Que é que os bimbos têm contra as beiras e contra Coimbra ?

  5. ZE LOPES says:

    O quê? O Juncker não é um galináceo? Oh, diabo! Que desilusão para o Orban. Estava mesmo a contar comer “Coq au vin”…

  6. César P. Sousa says:

    O sr. director geral do observatório astronómico de Lisboa opinava hoje para o telejornal da sic :-” Sou a favor da mudança da hora porque….. ,a população gosta dos fins de tarde prolongados”.
    O que é que este ” jumento cientista ” tem no lugar dos miolos ???


    • “O que é que este ” jumento cientista ” tem no lugar dos miolos ???”

      Empatia para com os outros seres humanos.

    • Paulo Marques says:

      Acho que o jumento é o idiota que achou que a astronomia tinha alguma a ver com o assunto.


  7. E já agora, ninguém se lembrou neste humilde post de blog de pensar porque raios a União Europeia/Bruxelas se lembrou de perguntar à escumal…. ups, população a opinião sobre este assunto de brutal importância para o futuro dela. Afinal, já estão resolvidos perante o problema dos refugiados, do Euro e da crise financeira que ainda não acabou, do racismo galopante não somente entre minorias mas intra europeus com a dualidade entre nórdicos (arianos?) e sulistas preguiçosos, das toupeiras americanas com hábitos fascizantes, do comportamento arrogante dos eurocratas, e tantas outras coisas…. Não participei na votação, não participo em palhaçadas sem sentido que apenas servem no meu entender para eles depois eles virem se desculparem e dizerem: vejam, afinal nós queremos que vocês participem e decidam algo, nós pensamos em vocês como nossos parceiros. Não gosto que me atirem areia para os olhos e que me gozem como corno manso. Para o que realmente interessa, como por exemplo na questão dos pesticidas/glifosato (e tantos outros) manda quem mais ordena/tem dinheiro, os DDTs do costume, esta consulta apenas serviu para embalar cornos mansos no seu sono. E um inquérito na NET, em que possivelmente bots participaram, vale mais que uma votação? Haja decoro…

    • Carlos Correia says:

      Assim, 80% dos 4,6 milhões de pessoas que votaram na consulta pública da Comissão Europeia sobre a mudança da hora na UE manifestaram-se a favor do fim da mudança da hora, isto num Universo de 511,8 milhões de pessoas dos 28 estados membros da UE.
      Deste modo 3,680 milhões de pessoas decidiram que o assunto (pelos vistos já decidido) vá a votos no PE.


      • terão sido mesmo 4.6 milhões de pessoas, neste mundo de bots e outro software malicioso, a votarem? Houve discussão das vantagens e desvantagens? E uma grande parte alemães, que são dos povos menos amigos da tecnologia? Com voto em papel há controlo e certezas, pela NET acredita, ou é enganado quem quer.

  8. whale project says:

    Quando do ferendo na Catalunha toda a gente salientou a baixa participação enquanto quase metade da população foi votar apesar da repressão policial.
    Foi dito que, mesmo que o referendo tivesse sido permitido pela legalidade dos herdeiros de Franco, tão fraca participação nunca o tornaria válido.
    E agora é válido que nos ponham a ver o Sol nascer depois das oito da manhã porque menos de 1% da poulação europeia foi à net? Já é válido? Porque alguém decidiu que pode ir mamar uns copos à tasca ao fim do dia ainda com Sol, esquecendo-se do desconforto que é entrar no carro depois das 8 horas, para fazer um caminho por uma estrada serrana semi-desértica porque se entra ao trabalho às nove da manhã e se trabalha a mais de 40 quilómetros de casa.
    Por mim anoitecer à noite às seis ou às sete horas é igual ao litro. Mas amanhecer às 8 da manhã é uma experiência horrível que já sofri no tempo do Cavaco e não tenho vontade nenhuma de voltar a sofrer por causa desdes fascistas da (des)União Europeia. Vão todos apanhar uma ciática, cambada de grunhos que só têm ideias do intestino grosso ligado ao cérebro.

%d bloggers like this: