A pulseira “tudo incluído” de Rio

O que Rui Rio disse, no Algarve, é que a Geringonça vive à custa de Trump. Tem alguma razão.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A Geringonça foi parida aí por alturas do Outono de 2015. Trump foi eleito presidente dos EUA um ano depois, 2016, mais coisa menos coisa. Com este desfasamento na “hora”, Rui Rio bem precisa de acertar o relógio, ou vai acabar como os outros todos, na rua.
    Talvez se Rio afirmasse que a Geringonça vive do receio da direita voltar ao poder, coisa que ele se nega a admitir, fosse mais verdadeiro. Mas essa é aquela parte que lhes custará a engolir.
    Eu diria mais:
    Se o PS não voltar a fazer as “cagadas” que fazem parte do seu roteiro habitual, esta-lhes no ADN, o PSD pode comprar uma casa de férias, pois não vão ser estes os protagonistas da mudança.

  2. JgMenos says:

    A geringonça deve manter-se até que impluda.
    Se o país for junto tanto pior; não faz sentido seguir caminho com semelhante cambada de chulos às costas.
    Agora são os transportes oferecidos à CML a passar os prejuízos para o Estado.

    • Paulo Marques says:

      O Menos prefere os transportes oferecidos à Alemanha com lucro garantido (como as autoestradas) e os prejuízos no estado.

    • Mario Reis says:

      Oh menos, é sempre a somar… Mais um triste n.°: os swaps do santander engendrados com os teus adorados ídolos/chulos pagavam 17 anos de passes sociais.
      Triste!

      • JgMenos says:

        Como todo o treteiro esquerdalho os anos de Sócrates/Costa não existem. Palhaço!|

        • Carlos Almeida says:

          Caríssimo Sr Menos

          Parabéns por outra brilhante e inteligente intervenção neste Blog.
          Esqueceu-se apenas de informar o pessoal do Aventar,,que decerto não sabem deste pormenor, é que o dito Sócrates, teve a sua formação criminosa na JSD, onde também se formaram outros bandidos da nossa praça, mas que optaram por se manter na casa mãe.

          Mas continue, que nos todos aguardamos ansiosamente pelos seus esclarecidos post

    • José Peralta says:

      Ó “menos”, agora também és o “eco” do marques mentes ?

      E não é só a CML, são às Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto !

      Curiosamente, “não te lembras” da merda que fez aos Transportes e a muitas outras coisas, o sérgio monteiro, o secretário de Estado das Infraestruturas p(M)afioso !

      E nessa altura, estavas preocupado com quem “pagou os prejuízos”, as negociatas e as filhadaputices ?

      O teu “sonho húmido” que, de várias formas, sempre aqui manifestas, é que a geringonça “impluda”…

      Vai sonhando, “menos” ! Vai sonhando…

    • Carlos Almeida says:

      Eu, na minha ingenuidade, eu pensei que o caríssimo Sr Menos, só emitia “calinadas politicas”, como ser contra um sistema que se houver coragem de ir para a frente, irá retirar muito “pópó” das Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, diminuindo consumos de gasolina/gasóleo e igualmente melhorando a qualidade do ar dos residentes nestes locais.
      Mas não, para alem das calinadas politicas, também emite calinadas no português.
      “Impluda” não existe, o que existe é o verbo implodir e em conseguência imploda.

      Caso tenha ainda dúvidas, recomendo uma ida ao wikipedia

      https://pt.wikipedia.org/w/index.php?search=imploda&title=Especial:Pesquisar&profile=default&fulltext=1&searchengineselect=mediawiki&searchToken=bb81epyyp3ckzr2hvk8z83kwl

      • ZE LOPES says:

        O Menos queria dizer “impeluda”. É assim como uma implosão em pêlo(1). Quem escreve sistematicamente na casa de banho tem destes lapsos!

        (1) Também é referido como uma implosão militar que passa à disponibilidade, mas é mais raro…

    • ZE LOPES says:

      Vamos lá, vamos lá! Não perca a esperança! Mais uma feijoadinha e vai conseguir dar uma ajudinha à implosão! Só mais um esforçozinho, ó Menos! Está quase!

  3. Paulo Marques says:

    Qual Trump qual carapuça, os portugueses querem lá saber do outro lado do oceano. A Geringonça vive à custa da bolha turística, querem lá saber se é a (auto-intitulada) esquerda ou a direita que lhes promete resolver os problemas – ainda por cima quando o ministro da economia dá toda a razão à direita.


  4. deve uma true news ao estilo de Trump… porra, esperava mais de um fozeiro com fama de contabilista bancário e formado no colégio Alemão do Porto, sabendo nós que os ensino alemão forma pessoas com uma ética irrepreensível… é claro que os casos da Volkswagen, submarinos, e outros são apenas acidente de percurso… O pessoal do blafémias deve ter tido um orgasmo com essa afirmação…

  5. O rio anda seco says:

    Quereria esse d, sebastião do psd dizer que é irrelevante ao ponto de a sociedade costa costa e costa só se preocupar com trumpas ? Deve ter a pulseira avariada,ele já não andava bem.

  6. JgMenos says:

    A estupidez é a alma mater da esquerdalhada.
    Só saberem que a mama jorra já os mobiliza entusiasticamente!
    Se só lhes toca pagar, ainda assim acreditam que virá a tocar-lhes algum, mais cedo ou mais tarde…e lá se põem de biquinho apontado à mama.

    A seguir à doacção do Estado de 700 milhões, é preciso que seja mais barato. A seguir vão descobrir que não há meios. Quando acrescentarem meios (mais uns milhões de dívida), vão descobrir que não são 65, são 165 de prejuízos.
    Em final vão condicionar o trânsito automóvel se entretanto a falência do país não lhes adiantar o serviço.

    Cabrões a comprar votos, e é tudo!

    • Carlos Almeida says:

      Carissimo Menos

      Não sabia que o meu amigo também pertencia à dita esquerdalha

    • ZE LOPES says:

      Ora aí está! À sétima feijoada o Menos enfim implodeu (ou impludio? ou implodeio? Francamente…Isto do achordo ortographico… valha-nos Menos!)

      O problema é que já gramámos com um terramoto! E não só! Duas vacas atingidas no Canadá e, segundo a CNN, chove trampa há mais de uma semana na Argentina!

      O caso está perigoso! Mais duas feijoadas e o Kim Jong Un vai ter de intervir para pôr Portugal em sentido e pedir a entrega imediata do Menos! De outro modo a Umanidade está perdida!

    • Paulo Marques says:

      E as cláusulas anti-prejuízo com a Fertagus, Brisa, Ascendi e quejandos, são refresco?

  7. Ana Paula Horta says:

    O coitado já nem sabe o que dizer. Enfim!

    • JgMenos says:

      Onde tens andado? Faz-me tanta falta a tua compreensão!

    • ZE LOPES says:

      Este comentário poderia ser dirigido a qualquer um. Mas o Menos descobriu logo que era para ele! Que superior inteligência!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: