A polémica em Serralves

Deveríamos poder conhecer as fotografias alegadamente censuradas.

Comments

  1. doorstep says:

  2. Ainda há pouco tempo estive na exposição “Eyes Wide Open! 100 Anos de Fotografia Leica” na biblioteca municipal da mesma cidade do Porto, onde se podiam ver inúmeras conas do fotógrafo japonês Nobuyoshi Araki e nem um ai se ouviu de ninguém. Aliás, a própria imagem que se viu por toda a cidade a promover a exposição era de um transsexual.

    Mas agora parece que nesta exposição de Robert Mapplethorpe havia alguns pénis à vista e isso poderia ofender algumas virgens pudicas que não sabem o que é um caralho.

    E, na mesma semana, no Porto, ficamos a saber que, para os juízes, violar uma mulher inconsciente numa discoteca é algo perfeitamente aceitável e que o diretor artístico de Serralves resolveu interditar algumas obras de arte só a maiores de 18 anos.

    Bem-vindos ao Porto da Idade Média


  3. As beatas poderiam gostar e tentar reproduzir as imagens em casa, Coimbra e quiçá o universo não está preparado para isso…


  4. …..de novo o Aventar está a descer a fasquia nos comentários.

    Lástima, há recantos de leitura bem mais interessantes,

    não gosto de lugares mal frequentados…

    • Bruno Santos says:

      Lamento e apresento-lhe as minhas desculpas pessoais, embora o meu poder seja limitado para evitar o sucedido.

      • Vénias says:

        Sem outro assunto de momento, subscrevo-me com elevada consideração e estima (vénia, vénia, vénia)

  5. Nehe says:

    Este postador é um cabrão de censura na mão


  6. paira um lápis azul por aqui, o respeitinho é para ser seguido que a cultura da reacção e coimbrã ainda é forte…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.