Remember

Enganar-se-ão os que pensem que a vertigem fascista e totalitária que vivemos se há-de manifestar através dos mesmos mecanismos que durante quase 50 anos de ditadura nos habituámos a reconhecer. Enganar-se-ão, porque aquilo que durante o Estado Novo foi uma política opressiva, censória e persecutória com origem na estrutura panóptica e fascista do poder do Estado, é nos nossos dias isso mesmo, a mesmíssima coisa, mas com origem determinável no interior do próprio indivíduo.

O totalitarismo hoje instalado em Portugal recorre aos mesmos instrumentos de opressão, censura e perseguição da ditadura salazarista, mas fá-lo com a sofisticação suficiente para que não seja já o Estado a necessitar de usá-los, projectando no próprio indivíduo, acossado pelo pavor e pela angústia, a pulsão inconsciente de se oprimir, de se censurar e de se perseguir.

Bruno Santos
5 de Novembro de 2013

Comments

  1. Mota says:

    O Rennie continua esgotado…

    • ZE LOPES says:

      Experimente meter gasolina! É mais apropriado!

    • Bruno Santos says:

      Amigo Mota, à minha responsabilidade, Bicarbonato de Sódio, Quarta-feira, antes do jantar. Repita comigo. Amigo Mota, à minha responsabilidade, Bicarbonato de Sódio, Quarta-feira, antes do jantar. À terceira semana, clister de algas da Rodésia (liofilizadas). É uma receita de Uembhe Nudzede, um escravo levado num barco, do Benim para Belém, no Brasil, no século XVI. Conta-se que o antigo Endovélico já o mencionava nas preces e que certos espíritos da Letónia (encarnados em renas, obviamente) o mencionaram nos “Anais do Amanita”. Infelizmente, os originais arderam – há quem diga que não arderam, mas foram roubados por um escravo de Nabuco, que os entregou a Daniel. Lao Tse terá dito ao guarda fronteiriço que lhe exigiu os 81 poemas, que o Bicarbonato de Sódio não tinha ainda sido inventado, pelo que a Lua permanecia um Cristal.
      Respeite a sua mãe.

  2. Paulo Marques says:

    Ou então um presidente-sol a bloquear e a apagar tudo o que contrarie a TINA e a maravilha da UE.
    https://www.politico.eu/article/macron-fake-news-law-will-threaten-democracy/

    Que parvoíce minha, quem clama pela igualdade entre as pessoas é muito mais perigoso.

  3. Carlos Almeida says:

    Muito bem Bruno Santos

  4. Fernando says:

    O Fascismo actual não veste farda militar como o Fascismo do antigamente, o Fascismo actual veste Prada, Gucci, Armani e diz que é liberal…

  5. JgMenos says:

    «…com origem determinável no interior do próprio indivíduo.»

    Basta atentar na verve abrilesca/esquerdalha para saber a origem do fenómeno.

    • ZE LOPES says:

      «…com origem determinável no interior do próprio indivíduo.»

      Basta atentar na verve salazaresca/direitrolha para saber a origem do fenómeno.

      Gostou? Fui eu que inventei!

    • Paulo Marques says:

      Tem razão, não havia nada de especial na qualidade abaixo de medíocre do ditadorzeco e de quem o manipulava.


  6. “A ditadura perfeita terá a aparência da democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão sequer com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e ao divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão.”
    (Aldous Huxley 1932)

    • Bruno Santos says:

      Ou seja, serão livres.

    • JgMenos says:

      A coisa é tão medíocre, tão mesquinha, que o divertimento é nenhum.
      Estamos salvos!

      • ZE LOPES says:

        “Estamos salvos!”

        “Perguntais: vai mesmo vir a nós o Reino da Coelha? Ouvi dizer a vários profetas encartados que o segunda vinda do Messias estará para breve. Está apenas aguardando que as águas se afastem e o Rio seque para que termine a travessia do deserto.

        Auguro um futuro montenegro, onde haverá fome e rangel de dentes! Mas seremos salvos! Já se ouvem os passos do salvador!”

        (Extrato do .sermão do Apóstolo Menos aos fieis da Igreja Universal do Reino da Coelha no domingo passado, dia da cobrança do dízimo).

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.