Autarca de Gaia apresenta denúncia anónima ao Ministério Público

Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia, enviou ao Ministério Público uma denúncia “anónima”, a qual assinou sem se identificar como presidente da Câmara de Gaia. Nessa denúncia, sou acusado de ter pedido 300 euros a um tal de Joaquim Lopes, de Canelas, para tratar de um problema de humidade.

Este autarca e dirigente nacional do PS foi recentemente condenado pelo Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia por um crime de difamação, mas é um jovem obstinado. Mais do que isso, é um exemplo da matéria fecal em que se está a transformar o Partido Socialista.

O Ministério Público arquivou. Eu não.

 

0_Denúncia anónima de Eduardo Vítor Rodrigues

2_Denúncia anónima de Eduardo Vítor Rodrigues

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    “ A micose, nome popular dado ao aparecimento de fungos na zonas dos pés e nas virilhas, é provocado pela humidade que se gera nessas zonas, quando um gajo algo anafado, isto para não dizer gordo, não seca bem algumas dessas “entranhas”, depois do banho.
    Por acaso, há anos tive de gastar cerca de trezentos euros no dermatologista e no podologista, várias sessões, para acabar com essa humidade, que me causava uma coceira desgracada, ao ponto de rasgar os forros dos bolsos das calças, ao coçar disfarçadamente as virilhas.
    Mas eu posso afirmar, que nunca pedi nenhum empréstimo a qualquer Joaquim Lopes deste país, fosse ele de Canelas, ou qualquer outro sítio.
    Paguei tudo do meu bolso. Ou melhor, da minha carteira, porque os bolsos ainda estavam rotos, da coceira.”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: